Prefeitos podem ser penalizados por campanhas antecipadas

Foto: Divulgação

Em pleno eleitoral, há prefeitos que “esquecem” das leis do período e começam a fazer campanhas antecipadas. É o que está acontecendo em Benjamin Constant.

O prefeito da cidade, David Bemerguey, já efetuou gastos com publicidade institucional. Ele já recebeu orientação do Ministério Público Eleitoral do Amazonas (MPE-AM) para evitar as propagandas e divulgar apenas informações sem interesses pessoais.

Em ano eleitoral, é permitido fixar placas de obras públicas sem identificações de autoridades, especialmente aqueles que estejam em campanha política. Em caso de descumprimento, a multa pode variar entre R$ 5 mil e R$ 106 mil, além de cassação de registro ou diploma.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui