Prefeitura de Manicoré firma contrato com empresa alvo da justiça

Foto: Divulgação

A empresa Plastiflex Empreendimentos da Amazônia Ltda vai receber pouco mais de R$ 17 milhões da Prefeitura de Manicoré (a 333 quilômetros de Manaus). O empreendimento já foi condenado pelo Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE-AM) a pagar multa de R$ 13 mil.

A prefeitura firmou dois contratos com a empresa. Um dos documentos tem o valor de R$ 10,3 milhões para custear serviços de recuperação de vias urbanas e execução de drenagem em Manicoré.

Já o outro contrato tem valor de pouco mais de R$ 7,3 milhões. O montante servirá para pagar obras e serviços de engenharia para os serviços de terraplanagem, pavimentação e drenagem do bairro 11 de Maio, em Manicoré.

Os contratos têm duração de 12 meses e foram publicados no Diário Oficial da Associação Amazonense dos Municípios (AAM). A Plastiflex já tem outro contrato com Manicoré referente a recapeamento e tapa-buraco no valor de mais de R$ 3 milhões.

Condenação

Em julho deste ano, o Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE-AM) condenou a Plastiflex Empreendimentos da Amazônia Ltda por irregularidades no termo de convênio de 2007 firmado entre a Secretaria de Estado da Educação do Amazonas (Seduc) e a Prefeitura de Tapauá (a 450 quilômetros de Manaus). Houve multa no valor de R$ 13 mil.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui