Prefeitura sanciona lei para terapias complementares em tratamento médico

Foto: Divulgação

Os serviços complementares em saúde, como ioga, aromaterapia e reiki, já oferecidos por alguns profissionais da Prefeitura de Manaus ganham reforço com a nova política municipal de Práticas Integrativas e Complementares (PICs) na rede municipal. A gerente de Promoção da Saúde da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), Francinara Lima, explica que, com a política municipal instituída, será possível captar recursos e organizar as ações e serviços de práticas integrativas já ofertados por alguns profissionais na rede municipal, mas ainda de forma isolada e não padronizada.

De acordo com a técnica responsável pelas Práticas Integrativas e Complementares da Semsa, Gabriela Santos, ainda em 2018, a Semsa realizou um levantamento para identificar servidores já capacitados em alguma das práticas ou que tinham interesse em capacitações nessa área.

“No ano passado, foi organizada a oferta de uma capacitação na utilização de plantas medicinais e iniciado o projeto Tenda Holística Itinerante, que leva atendimentos à população em diferentes locais de Manaus, com a oferta de serviços como a auriculoterapia, utilização de plantas medicinais, reiki, ioga, terapia comunitária integrativa e acupuntura. Agora, com a instituição da política municipal das PICs em Manaus, será possível padronizar a oferta de serviços na rede de saúde, beneficiando a população”, conclui Gabriela.

Sobre a lei

A nova lei apresenta os objetivos e as diretrizes para a implantação das PICs, que se caracterizam por tratamentos baseados em conhecimentos tradicionais, como o uso de plantas medicinais, e que complementam o tratamento médico em casos que vão desde o cuidado com a pacientes com depressão até hipertensos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui