Presidente do Turcomenistão ordena o fechamento da ‘Porta do inferno’

Cratera de fogo atrai turistas a deserto do Turcomenistão - Foto: Reprodução/National Geographic

O ditador do Turcomenistão, Gurbanguly Berdimuhammedow, determinou o fechamento do local mais conhecido do país: a chamada Porta do Inferno.

Trata-se do apelido da Cratera de Darvaza, formada nos anos 1970, quando o solo desabou durante uma expedição soviética em busca de gás natural. Cientistas decidiram colocar fogo na cratera para evitar a propagação do gás, e deste então ela está em chamas.

De acordo com informações do jornal estatal Neytralny Turkmenistan, reproduzidas pela CNN, Berdimuhammedow determinou o fechamento da atração turística por questões como efeitos negativos para a saúde da comunidade do entorno, desperdício de gás natural e danos ambientais.

Ainda não há prazo e estratégias definidos para o fechamento da Porta do Inferno, mas o ditador autorizou até mesmo a contratação de consultores estrangeiros para encontrar uma solução.

Gazeta do Povo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui