Privatização da Amazônia é motivo de moção de repúdio do Vereador Álvaro Campelo


O vereador Álvaro Campelo (PP) fez uma Moção de Repúdio à presidência da República, em razão da decisão do Governo Federal de extinguir a Reserva Nacional do Cobre e Associados (Renca) na Amazônia. O documento, subscrito pelos demais vereadores da Câmara Municipal de Manaus (CMM) foi aprovado em plenário, por unanimidade, na manhã desta terça-feira (29).

Para o vereador, a situação abre a exploração das riquezas amazônicas, o que chega a ser absurda tal situação. “Algo que não devemos permitir, pois precisamos preservar nossas riquezas”, afirmou.

Foto: Divulgação

Pedindo a palavra, o vereador professor Gideão Amorim (PMDB), expressou sua opinião sobre o assunto. “Eu penso que está casa não pode se curvar diante das questões relacionadas ao nosso estado e a toda Amazônia. Vamos à luta por nossa terra”, finalizou.

Após aprovação, o documento será enviado para o gabinete da Presidência da República , na tentativa de contribuir para a paralisação da ação contraditória.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui