Roraima elege a primeira mulher indígena para a Câmara

Joênia é advogada e tem 43 anos - Foto: Divulgação

Joênia Wapichana (REDE) será a primeira mulher indígena a ocupar uma cadeira na Câmara dos Deputados, a partir de fevereiro de 2019. Ela foi eleita pelo estado de Rondônia no domingo (7), com 8.491 votos.

A advogada de 43 anos foi indicada pelos povos indígenas de Roraima para concorrer ao cargo.

“Há 32 anos, depois do eterno Mario Juruna, já era hora de os povos indígenas do Brasil, terem uma representante legítima no Câmara Federal”, diz nota publicada na página dela no Facebook.

Joênia é advogada e tem 43 anos – Foto: Divulgação

Joênia também foi a primeira indígena a exercer a advocacia no Brasil. Ela estudou na Universidade Federal de Roraima e na Universidade do Arizona, nos Estados Unidos.

Até então, o único indígena no parlamento havia sido Juruna, falecido em 2002. Ele foi deputado federal na década de 1980 e ficou conhecido por andar sempre com um gravador para gravar as promessas que políticos faziam.

Fonte: R7

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui