Salários dos ‘linha de frente contra covid’ é cortado em Presidente Figueiredo

Foto: Reprodução

Em meio ao aumento de casos de covid-19 em todo o Amazonas, alguns servidores da saúde que atuam na linha de frente contra a doença em Presidente Figueiredo (a 107 quilômetros de Manaus) tiveram cortes em seus salários. A redução no benefício por parte da prefeitura não teve justificativa, conforme denúncias.

Devido aos cortes, a diretora do hospital de Presidente Figueiredo, conhecida como Rosa, pediu demissão do cargo. Servidores de todos os cargos tiveram reajuste nos salários, inclusive motoristas.

Atualmente, o coordenador do Comitê de Combate à Covid-19 na cidade é o dentista Helber Câmara. Conforme profissionais da saúde do município, o dentista não possui experiência suficiente para comandar algo tão importante durante a pandemia.

Outra reclamação é quanto às vacinas. Presidente Figueiredo recebeu poucas doses do imunizante e a quantidade é insuficiente para vacinar os profissionais da saúde e idosos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui