Setor primário no AM recebe investimento de R$ 9,8 milhões em crédito rural

Foto: Idam/Divulgação

Em 2019, o setor primário no Amazonas recebeu investimento na ordem de R$ 9,8 milhões por meio do acesso ao crédito rural orientado. Os dados são do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam), órgão responsável por elaborar e encaminhar aos agentes financeiros mais de 1,1 mil propostas neste mesmo período. Entre as atividades agropecuárias que mais receberam incentivos estão bovinocultura, avicultura, piscicultura, pesca artesanal, fruticultura, culturas industriais e grãos.

De acordo com o gerente de Crédito Rural do Idam, o técnico em agropecuária Luiz Antônio Nascimento, o acesso a esse benefício é uma das principais ferramentas que possibilitam o avanço do setor primário, visto que as técnicas e tecnologias disponíveis hoje para o desenvolvimento das atividades agropecuárias exigem recursos financeiros para a sua implantação e manutenção.

Para o diretor técnico do Idam, José Milton Barbosa, o crédito rural permite ao agricultor o uso de tecnologias e práticas que potencializam o processo produtivo.

A produtora de açaí Bruna Campos, da comunidade Miuá, em Codajás, foi uma das beneficiadas com a política pública. Ela trabalha com a atividade há oito anos e acessou o crédito rural no valor de R$ 13 mil por meio do programa Afeam Agro, o que a ajudou a financiar uma área de quatro hectares para a produção de açaí, alcançando nesta primeira safra um total de 800 sacas do fruto.

Segundo dados do Idam, 588 projetos foram contratados pelos agentes financeiros em 2019, entre eles os programas Afeam Agro, Pró-Mecanização e Pró-Calcário, financiados pela Agência de Fomento do Estado do Amazonas (Afeam), além do Programa de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), financiado pelo Banco da Amazônia e Banco do Brasil. As propostas que obtiveram mais aprovação foram aquelas direcionadas à linha de crédito Afeam Agro/Agricultura Familiar, com mais de 480 projetos contratados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui