Trinta anos depois: PMs das turmas de 1993 e 1994 não estão conseguindo se aposentar

Policiais Militares do Amazonas reivindicam promoções para se aposentarem - foto: recorte

Formados há 30 anos, policiais militares do Amazonas enfrentam um impasse em busca da aposentadoria. Mesmo após tanto tempo de serviços prestados à população, as promoções desses profissionais ainda não aconteceram.


Vale ressaltar que o benefício acontece automaticamente, quando completados 29 anos de atividades. A categoria, que tem servidores formados nas turmas de 1993 e 1994, reivindica seus direitos ao governador Wilson Lima.

“Buscamos resolver essa situação para, assim, os policiais poderem seguir para a reserva remunerada e desfrutar do descanso merecido”, disse uma fonte ao Correio da Amazônia.

As turmas de policiais militares de 1994/01 e 1994/02, ansiosas por se aposentarem, encontram-se em uma situação delicada.

Seus nomes constam nas atas de promoções automáticas de 29 anos, indicando o reconhecimento de suas longas trajetórias de serviço. No entanto, a falta de resolução por parte do governo gera apreensão, uma vez que esses profissionais anseiam deixar o serviço ativo para seguir suas vidas na aposentadoria.

Os trabalhadores pedem que o governador intervenha prontamente para garantir que essas turmas possam desfrutar dos benefícios merecidos e transitar para a próxima fase de suas vidas com a segurança que merecem.

Artigo anteriorOperação da PF destrói garimpos ilegais de cassiterita no Amazonas
Próximo artigoPrefeitura celebra sucesso do programa ‘Minha Escola Saudável’

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui