Universidade da Terceira Idade no AM inicia cursos e oficinas livres

Médico Euler Ribeiro faz aula inaugural/Foto: Alfredo Fernandes

Médico Euler Ribeiro faz aula inaugural/Foto: Alfredo Fernandes
Médico Euler Ribeiro faz aula inaugural/Foto: Alfredo Fernandes
A demonstração na Aula Inaugural/Foto: Alfredo Fernandes
A demonstração na Aula Inaugural/Foto: Alfredo Fernandes

A Universidade Aberta da Terceira Idade (UnATI), da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), iniciou ontem (20), cursos e oficinas livres que serão oferecidos em parceria com Centro de Convivência da Família Padre Pedro Vignola, no bairro Cidade Nova, zona norte de Manaus.

A medida beneficiará os idosos que já frequentam o centro de convivência. As atividades começaram com aula inaugural que contou com a palestra “Vivendo e Aprendendo a Envelhecer com Qualidade”, ministrada pelo diretor da UnATI/UEA, Euler Ribeiro. Na ocasião, ele falou sobre vários temas relacionados à saúde e qualidade de vida na terceira idade.

Euler Ribeiro afirmou que exercícios físicos e alimentação balanceada são a base de uma vida saudável. “O melhor exercício aeróbico para as pessoas, principalmente, as que querem envelhecer com qualidade, é caminhar, e depois a dieta”, ressaltou. Essas atividades, segundo ele, promovem o aumento da autoestima das pessoas. “Elas passam a se sentir capazes de fazer qualquer coisa e o segredo para envelhecer com saúde é o cuidado ao longo de toda vida”, disse.

Teatro e cidadania-  A programação também contou apresentação do grupo de Teatro Renascer, da UnATI/UEA, com o espetáculo Homem da Floresta. Composto por 25 idosos, sob a direção da professora Lílian Machado, o espetáculo foi encenado no palco do Auditório Cine Teatro, também localizado no Centro de Convivência.

De acordo com Antônio Araújo, 73 anos, um dos integrantes do grupo, o teatro para terceira idade da UnATI/UEA é importante para a melhora da qualidade de vida. “Eu entrei nesta aula de teatro e já estou lá há quatro anos. É lógico que a minha qualidade de vida melhorou e muito, porque eu passei a ter uma atividade que ocupa o tempo, vai aprendendo e fazendo novas amizades.”

O evento também contou com a presença do público que deseja participar das atividades oferecidas pela UnATI/UEA. Deuzarina Castilho, 73 anos, afirma que já faz musicoterapia e tem interesse em retornar ao teatro por meio da  UnATI/UEA.  “Adoro teatro, eu gosto de comunicar e a UnAti aqui vai ajudar bastante”.

Cursos –  As atividades  da UnATI/UEA  são destinadas às pessoas que possuem mais de 55 anos de idade. Os cursos são gratuitos,  sendo eles: teatro, musicoterapia, coral, violão, psicologia básica, inglês, espanhol, informática, alfabetização, pilates, artesanato, dança de salão, condicionamento físico, fotografia digital, mãos fazendo arte e hidroginástica, entre outras.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui