Vigilância em Saúde do AM já fez 3,6 mil testes de Covid na educação pública e privada

Do total de exames realizados, 54 detectaram presença do novo coronavírus - Foto: Catarina Sampaio / FVS-RCP

A estratégia de Vigilância Ativa para detecção precoce e isolamento de casos de Covid-19, nas unidades da rede de educação pública e privada de Manaus, já registrou 3.610 exames de detecção do novo coronavírus, do tipo RT-PCR. Do total de testes realizados, 54 detectaram a presença do vírus, o que representa 1,4% das amostras processadas pelo Laboratório Central de Saúde Pública, da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas – Drª Rosemary Costa Pinto (Lacen/FVS-RCP).

Desde o dia 31 de março, a estratégia de Vigilância Ativa ocorre nas escolas, com a realização de exames RT-PCR nas unidades escolares públicas (capital e interior do Estado) e particular (membros em geral e testagens específicas para profissionais de educação). Por meio da ação de diagnóstico, a FVS-RCP identifica os casos positivos nas escolas, rastreia os contatos dos casos confirmados identificados, além de qualificar e quantificar os dados de testagem dos profissionais de educação, visando garantir as atividades escolares seguras.

Do total de confirmados com Covid-19 pela ação de testagem, houve a ocorrência de um caso secundário (familiar de integrante da comunidade escolar) nas escolas monitoradas. “Todos os casos notificados são investigados e é feito o rastreamento na unidade de educação, bem como com os respectivos familiares que recebem orientações repassadas, incluindo a necessidade de procurar unidade de saúde”, detalha o diretor-presidente da FVS-RCP, Cristiano Fernandes.

A coordenadora da Vigilância Ativa nas Escolas, enfermeira Evelyn César, acrescenta que todos os testados permaneçam em isolamento domiciliar até que haja a emissão do resultado do exame. “Todos também são orientados sobre a importância de manter as medidas de prevenção não farmacológicas à Covid-19, como distanciamento social, uso de máscara de proteção respiratória e higiene das mãos”, disse Evelyn, acrescentando que as escolas notificadoras permanecem em monitoramento por 20 dias.

Balanço – Nas unidades de ensino da rede particular, especificamente na testagem dos profissionais de educação, foram coletadas 3.516 amostras para RT-PCR. Desse total, foram detectados 52 casos positivos para Covid-19, sendo 20 professores e 32 profissionais de outras categorias, como auxiliares administrativos, diretores e auxiliar de manutenção.

Nos demais integrantes da rede de educação privada, foram coletadas 91 amostras nasofaríngeas para o exame de diagnóstico de Covid-19, até o último dia 18 de julho, resultando dois casos positivos para o novo coronavírus, um deles é parente de um caso confirmado, o qual foi detectado após realização de rastreio de contatos como parte da investigação epidemiológica.

No sistema público de educação, três amostras de RT-PCR foram coletadas em escolas estaduais em Manaus e apresentaram resultado negativo para o novo coronavírus.

Na vigilância de casos nas escolas da rede pública do interior do Estado, foram detectados, pelas secretarias municipais de saúde, 32 casos confirmados de Covid-19: Manacapuru (8 casos), Careiro da Várzea (6 casos), Maués (6 casos), Coari (3 casos), Fonte Boa (2 casos), Humaitá (2 casos) e Parintins (2 casos).

Todos os casos foram investigados pelas equipes de vigilância em saúde municipais; e identificado que a ocorrência dos casos de Covid-19 não tem relação com o retorno das aulas presenciais.

Referência – A FVS-RCP é responsável pela Vigilância em Saúde do Amazonas. A instituição funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, na avenida Torquato Tapajós, 4.010, Colônia Santo Antônio, Manaus. Contato telefônico da FVS-RCP: (92) 3182-8550 e 3182-8551.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui