A diferença de idade entre casais ainda é tabu na sociedade?

Professora e pedagoga, Lani Queiroz é leitora ávida desde os dez anos de idade e começou a escrever contos e histórias aos treze.

A diferença de idade entre os casais é um tema polêmico, por ser regido por normas instituídas há muito tempo gerou um grande tabu na sociedade em que vivemos. A principal função da mulher, antigamente, era dar ao marido o maior número possível de filhos, para que estes ajudassem a sustentar a casa futuramente. Como as moças têm um período limitado de procriação, só as muito jovens poderiam ter tantos filhos. Por isso, em nossa cultura aceita-se de forma mais pacifica que homens de 50 anos se case com mulheres de 20 anos, sem serem muito questionados. Mas, se uma mulher de 50 anos se dispõe a viver uma relação amorosa com um homem de 20 anos, poucos aceitam esse caso.

Embora no século XXI a moral sexual tenha sofrido grandes transformações, no inconsciente os antigos tabus persistiram. A mulher mais velha que o homem é um deles, a questão é que quando a repressão é bem-sucedida, já não é sentida como tal e a aceitação ou recusa por um determinado tipo de comportamento é vivido como se fosse uma escolha livre da própria pessoa.

Hoje em dia, os tempos são outros, mas ainda são muitos os que sofrem por assumir um relacionamento com uma pessoa bem mais nova ou mais velha, fazendo com que tenham receio de se expor. Porém, acima de todo esse preconceito, na grande maioria das vezes há amor, algo que não pode ser menosprezado ou julgado pela sociedade.

Com todo esse tabu, se relacionar com pessoas de idades distintas e viver de forma diferente daquela a que se está acostumado causa ansiedade e medo, pois o novo assusta. Contudo, é necessário ter mais coragem e discutir os valores que são transmitidos sem ser questionados, mas que sempre geram sofrimento. A diferença de idade no amor é apenas um exemplo dos inúmeros preconceitos que estão enraizados ás pessoas, limitando inteiramente a vida dos casais.

Professora e pedagoga, Lani Queiroz é leitora ávida desde os dez anos de idade e começou a escrever contos e histórias aos treze.

Inserido no livro “A Dívida” da autora Lani Queiroz, e publicado pela Amazon, a escritora aborda essa temática do casal com diferenças de idade. Nessa obra, a jovem Sofia de apenas 18 anos é prometida em casamento – com o intuito de pagar uma dívida do pai – para um homem de 36 anos, Heitor Maxwell. A intenção do rapaz nesse acordo de casamento, era apenas conceber um herdeiro como era feito antigamente, porém, a moça acaba apaixonando-se por Maxwell e conquistando o seu coração.

Nas obras da Lani não existem nenhum tipo de tabu no que se diz sobre a sexualidade e diferenças de idade. Com sua mente aberta e a escrita bem construída, seus livros arrebataram vários fãs de romances eróticos em todo o país.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui