Adolescente é detida na Holanda após fazer brincadeira com terrorismo no Twitter de companhia aérea


Polícia de Roterdã informou que continuará investigando o caso
Reprodução/Twitter

Uma holandesa de 14 anos descobriu da pior maneira possível as consequências de uma brincadeira na Internet: após publicar uma ameaça de bomba na página do Twitter da empresa aérea American Airlines, a adolescente foi detida em Roterdã, cidade costeira da Holanda.

No tuíte, ela escreveu o seguinte:

@AmericanAir olá meu nome é Ibrahim e sou do Afeganistão. Faço parte da Al Qaeda e no dia 1º de junho vou fazer algo realmente grande, tchau”.

A American Airlines, ciente do clima de insegurança no sistema aéreo americano, não interpretou a ameaça como brincadeira e respondeu:

@queenmetriax_ Sarah, levamos esse tipo de ameaça muito a sério. Seu endereço de IP e detalhes serão enviados para órgãos de segurança e para o FBI.

Avião da Malásia foi alvo de terrorismo e passageiros estão vivos no Afeganistão, diz jornal russo

Fotos retratam o sofrimento vivido por refugiados sírios

A menina identificada apenas como Sarah se desesperou e pediu desculpas a American Airlines. Ela usou até mesmo a desculpa de que “foi uma amiga que postou, leve o IP dela”.

A companhia aérea seguiu em frente com a ameaça e realmente passou os dados dela para autoridades policiais. Horas depois, a polícia de Roterdã tuitou a prisão de uma adolescente “após ameaçar a American Airlines”.

No momento, a conta de Sarah está desativada, e a polícia informa que “está investigando o caso”.

Como consequência, diversos adolescentes estão tuitando ameaças a bomba para empresas aéreas dos Estados Unidos. O usuário @twerkcunt tuitou para a Southwest Airlines que era um iraquiano, e explodiria um avião da empresa.

A conta foi posteriormente deletada pelo próprio usuário, mas a Southwest respondeu que “a segurança era uma das prioridades da companhia, e que as informações necessárias sobre as ameaças serão enviadas às autoridades”.

Os usuários @WesleyWalrus, @ReinaldoMassa, @mileymyunicor e @MileyFawLife fizeram o mesmo, para empresas como a Delta Airlines, JetBlue e US Airways. Várias das contas que participaram da brincadeira coletiva foram suspensas.

Autoridades americanas se limitaram a dizer que investigarão todas as ocorrências relacionadas à ameaças de bombas em todo o território do país.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui