AM pode ser sede mundial de indústrias de alimentos de proteínas

Foto: Divulgação

“O Estado do Amazonas pode se tornar a sede mundial de indústrias do setor de inovação em alimentos de proteínas alternativas, uma vez que o Polo Industrial de Manaus tem um potencial muito grande de atrair novas indústrias para Manaus e região”. A declaração foi dada por Gustavo Guadagnini, diretor executivo do The Good Food Institute Brasil (GFI) durante palestra no Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa), em Manaus.

O GFI é uma organização sem fins lucrativos sediada nos EUA que promove alternativas à base de plantas para carne, laticínios e ovos, bem como carne cultivada e alternativas aos produtos da agricultura animal convencional. Os representantes do Instituto estão em Manaus a convite da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (Sedecti) e cumprem uma agenda de apresentações e discussões com os setores da indústria, comércio, Governo e Institutos de Pesquisas.

Para Gustavo Guadagnini, tão logo seja oficializado o marco regulatório do setor de inovação em alimentos, junto às tratativas com o Governo Federal, haverá a possibilidade de atrair mais indústrias estrangeiras para o Amazonas. O executivo se disse “fascinado com o potencial que o Amazonas tem de ser um dos maiores players do setor em inovação em alimentos daqui para frente”.

A secretária executiva de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), Tatiana Schor, destacou que a vinda do GFI para Manaus faz parte de um dos propósitos do Programa Estruturante Biópolis Amazonas, que também trata sobre a diversificação da matriz econômica no Estado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui