Amazonas lidera combate ao crime organizado por meio da Operação Hórus

Foto: Carlos Soares/SSP-AM

O Amazonas foi o estado brasileiro que mais causou danos ao crime organizado, em janeiro deste ano, em ações policiais no âmbito da Operação Hórus/Fronteira Mais Segura, de acordo com informações do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP).

A descapitalização das organizações criminosas pelas forças de Segurança foi orçada em mais de R$ 55 milhões, valor 14% maior que o do Mato Grosso do Sul, o segundo colocado no ranking. A operação ocorre em 11 estados, em uma parceria dos governos estaduais com o Governo Federal.

O valor alcançado pelo Amazonas no primeiro mês de 2023 é, também, 12% maior que o obtido no mesmo período do ano passado, quando o prejuízo alcançou cerca de R$ 49,2 milhões. Para o secretário de Segurança Pública, Carlos Alberto Mansur, o resultado é fruto da união de forças entre os governos Federal e Estadual.

“Essa operação é fruto de uma parceria do Governo do Estado e o Governo Federal. Só neste mês, causamos um dano de R$ 55 milhões ao crime. Foram apreensões de skunk, cocaína, pasta-base e maconha. Tudo isso é fruto de um trabalho intenso das polícias Militar e Civil, Corpo de Bombeiros, que atuam por todos os rios e toda a fronteira, trabalhando dia e noite no combate à criminalidade”, enfatizou o secretário.

O titular da SSP-AM destacou, ainda, que os investimentos realizados pelo governo do Amazonas na área da segurança estão refletindo em resultados positivos para o sistema.

Foto: Carlos Soares/SSP-AM

“Estamos atuando com lanchas blindadas, adequadas para atuarem nas calhas dos rios e mais lanchas devem chegar nos próximos meses, que vêm para somar. Além disso, estamos atuando com armamento pesado no enfrentamento; e estamos em tratativas com o Ministério da Justiça e Segurança Pública para a aquisição de mais armas pesadas”, adiantou o secretário.

Apreensões

Somente em janeiro deste ano, 3,3 toneladas de entorpecentes foram apreendidas pelo efetivo de 174 agentes, que atuam espalhados pelas áreas de fronteira do estado. Além da droga, foram apreendidos, ainda, duas toneladas de pescado ilegal, 16 armas de fogo, 15 veículos, e efetuadas 56 prisões.

Ranking

No ranking, o Amazonas foi o estado brasileiro que mais causou danos ao crime organizado, entre os 11 que participam da operação de combate aos crimes em área de fronteira.

Hórus

A operação foi criada a partir do Programa Nacional de Segurança nas Fronteiras e Divisas, do MJSP, que visa o combate a crimes fronteiriços em todo o Brasil. No Amazonas a operação é coordenada pela Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), por meio do Gabinete de Gestão Integrada de Fronteiras e Divisas (GGI-F).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui