Amazonense é eleito vice-presidente do Parlamento Amazônico

Os deputados Freire Júnior (PV/TO) e Sinésio Campos (PT/AM).

Os deputados Freire Júnior (PV/TO) e Sinésio Campos (PT/AM).
Os deputados Freire Júnior (PV/TO) e Sinésio Campos (PT/AM).

Durante a XVIII Conferência Nacional da União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais, respectivamente, a presidência e a vice-presidência do Parlamento Amazônico, que agrega deputados estaduais dos nove estados da Amazônia Legal, elegeu os deputados Freire Júnior (PV/TO) e Sinésio Campos (PT/AM) que já assumiram o cargo, na manhã desta quarta-feira (07).

Durante o encontro, o ex-presidente da organização, deputado José Luis Tchê (PDT/AC), apresentou o relatório de sua gestão à frente da entidade, com destaque para as discussões do marco regulatório da mineração, promovido no Tocantins; a demarcação de terras indígenas, em Roraima e a área de livre comércio, no Acre. O Parlamento também tem se dedicado ao debate das áreas de livre comércio e freeshops, além de planejar uma Comissão de Mineração, com ênfase na compensação dos estados amazônicos pela preservação da floresta.

Estas temáticas também são recorrentes no mandato do deputado Sinésio Campos, que há mais de 10 anos se dedica a debater e articular ações que viabilizem a atividade sustentável da mineração no Amazonas, bem como a implantação do Polo Naval, que deverá gerar mais de 30 mil empregos diretos e 100 mil indiretos, se tornando uma nova matriz ecológica no Estado.

“Ao que tudo indica, esta nova composição de direção do Parlamento Amazônico deverá reforçar ainda mais a luta por novos caminhos econômicos na nossa região, onde a área minero-naval é uma das alternativas mais viáveis para proporcionar um desenvolvimento da magnitude que nossa região necessita”, afirmou Sinésio.

Próximos encontros – O Parlamento Amazônico se reunirá nos próximos dias 2 e 3 de junho em Manaus, na sede da Assembleia Legislativa. Dentre as pautas do encontro, está a discussão sobre a implantação do Polo Minero-Naval do Amazonas, sugerido pelo deputado Sinésio e o transporte aeroviário na Amazônia, com a presença do ministro da Secretaria Nacional de Aviação Civil, Moreira Franco.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui