Atendimento especializado e incentivo à saúde do homem são reforçados em UBS

Foto: Valdo Leão / Semcom

Com o início da campanha no “Novembro Azul”, a Prefeitura de Manaus intensifica o atendimento especializado ao público masculino com o foco na sensibilização ao cuidado da saúde do homem e na prevenção e diagnóstico precoce do câncer de próstata.

A Secretaria Municipal de Saúde , durante todo o mês, promove ações educativas com foco na conscientização sobre a importância da adoção de hábitos saudáveis, da prevenção e da realização de exames periódicos.

O advogado Samuel Pinto ressalta que a saúde do homem é feita por escolha de bons hábitos. “A prevenção deve ser feita durante toda a vida do homem, com atividades físicas, prevenções médicas, a busca de cuidados específicos para manter uma qualidade de vida”.

Foto: Valdo Leão / Semcom

“Independentemente da idade e do ciclo de vida, é importante que o homem cuide de sua saúde. Não somente em relação à próstata, mas existem outras doenças que podem acometer o homem durante todos os períodos da vida. Assim, nossas unidades de saúde estão preparadas para recebê-los e orientá-los”, destacou a chefe do Núcleo de Saúde do Homem, Eliny Rocha.

As equipes de saúde da Semsa estão realizando o trabalho educativo da campanha apenas dentro das unidades, com orientações e distribuição de materiais informativos aos usuários. « Queremos discutir e capacitar os profissionais da Saúde municipal para trabalhar esse estímulo e reverter essa situação, como nos determina o prefeito Arthur Virgílio Neto», observou o secretário municipal de Saúde, Marcelo Magaldi Alves.

Casos

Em 2020, o câncer de próstata está em primeiro lugar nas estatísticas de novos casos de câncer entre homens no Brasil, sendo também a segunda causa de morte entre os que desenvolvem neoplasias malignas, conforme o Instituto Nacional de Câncer (Inca), o que mostra a necessidade de levar a discussão sobre o assunto aos lares brasileiros.

Segundo dados do Inca, são estimados 65.840 novos casos de câncer de próstata no Brasil, em 2020. No Amazonas, a taxa estimada de incidência é de 42,50 casos para cada 100 mil homens.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui