Bolsonaro diz que estão com muita pressa em produzir a vacina

Jair afirmou que não entende a “pressa” no desenvolvimento de uma vacina – foto: arquivo

Jair Bolsonaro afirmou nesta segunda-feira que não entende a “pressa” no desenvolvimento de uma vacina. Ele também questionou apoiadores se não seria mais barato e prático “investir na cura do que na vacina”, citando a hidroxicloroquina.

Ele também questionou seus apoiadores em conversa matinal se não seria mais barato e prático “investir na cura do que na vacina”, citando a hidroxicloroquina.

A droga citada por Jair não tem eficácia contra o novo coronavírus comprovada cientificamente. A reportagem é do jornal O Globo.

“O que nós queremos é buscar a solução para o caso. Agora, pelo que tudo indica, a vacina que menos demorou até hoje foram quatro anos, eu não sei porque correr em cima dessa”, declarou Bolsonaro, que questionou ainda: “não é mais fácil e barato investir na cura do que na vacina? Ou jogar nas duas, mas também não esquecer da cura? Eu, por exemplo, sou uma testemunha [da cura]. Eu tomei a hidroxicloroquina, outros tomaram a ivermectina, outros tomaram annita e deu certo”.

Ele afirmou também que não “quer atropelar” a discussão sobre a vacina. Jair Bolsonaro disse que está esperando a publicação dos resultados dos imunizantes em uma revista científica, para tomar só assim uma decisão.

“Hoje vou encontrar com o ministro Pazuello da Saúde para tratar desse assunto, porque temos uma jornada pela frente, onde parece que foi judicializada essa questão, e entendo que essa não é uma questão de Justiça, é uma questão de saúde acima de tudo, não pode um juiz decidir se você pode ou não tomar vacina, isso não existe”, afirmou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui