Caso de violência política contra vereadora será levado ao TRE-AM

Foto: Recorte

O caso de violência política contra a vereadora Lindynês Leite, ocorrido na Câmara Municipal de Manacapuru (a 68 quilômetros de Manaus), será levado ao Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM) e ao Ministério Público do Amazonas (MPAM). A iniciativa é das deputadas estaduais Alessandra Campêlo e Joana Darc.

De acordo com as deputadas, o presidente da Câmara de Manacapuru, Sassá Jefferson, cometeu violência política contra a vereadora já que cassou um mandato sem abrir comissão para analisar o caso. Lindynês teve o mandato cassado por suposto excesso de faltas.

Para as deputadas, a vereadora também é vítima de perseguição política. Lindyês informou que acumulou faltas porque precisou ficar no hospital com sua mãe e avó no fim do ano passado.

A vereadora também mostrou mensagens enviadas ao presidente da Câmara e a uma secretária, para justificar a ausência no parlamento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui