Corretores de imóveis promovem Correshow para ajudar crianças


Vereadora Vilma Queiroz conversa com organizadores do evento/Foto: Divulgação

Coral de crianças abrilhanta a festa/Foto: Divulgação

Uma festa de sensibilidade foi a V edição do Correshow, em beneficio das crianças portadoras do vírus HIV, aonde foram arrecadadas latas de leite para a casa Vhida, inmstituição que acolhe mais de mil meninos e meninas.

Organizada pelos corretores de imóveis do Amazonas, o Carreshow foi realizado ontem (27), no salão do Elegance Festas e Convenções, contando com a participação das vereadoras Vilma Queiroz (Pros) e Terezinha Ruiz (DEM), além de representantes da categoria vindos de outros estados.

¨Esta história começou há cinco anos, quando pensamos que além de confraternizar-nos podíamos fazer algo a mais e encontramos a casa vhida. O primeiro ano foi arrecadado mais de mil latas, no segundo mais de 14 mil, no terceiro mais de 28 mil e no quarto mais de 32 mil. A quantidade não e importante e sim o gesto de solidariedade para com essas crianças que receberão o leite¨ disse o Presidente do Conselho Federal de Corretores de Imóveis, Paschoal Guilherme Rodríguez. Ele aconselha, para quem não conhece o trabalho Professional que realiza esta organização, visitar e conferir o serviço de primeiro mundo que é prestado no tratamento para com estas crianças.

“Uma mostra de sensibilidade para com o ser humano”, assim foi qualificada pela vereadora Vilma Queiroz ao se referir a contribuição dos corretores de imóveis para com as crianças portadoras do vírus HIV, ela informou que a categoria sempre mostrou solidariedade com o próximo. Participaram do evento as empresas Direcional, Manaos, Aje, Nossa, Registrar, Skn, Kizem, Tecnisa, Pdg, Arruda Guimarães, Aliança, C&Castro e Delta dentre outras. Foi feito o reconhecimento para aquelas que doaram maior quantidade de leite e para os parceiros da causa.

14 anos ajudando as criancas  

A casa vhida cumpre em dezembro 14 anos de trabalho, trata-se de uma ONG que depende das parcerias e cada ano ela sempre conta com a ajuda dos corretores de imóveis para receber o leite para as crianças portadoras do Hiv, explicou a Coordenadora de projetos Darla Gondin.

“A festa é de confraternização e aproveita para ajudar o próximo, o leite e destinado para as crianças que não podem ser amamentadas porque a mãe e portadora do vírus HIV,” salientou Darla. A casa Vhida tem mais de mil crianças dentre as quais novecentas estão registradas, duzentas estão confirmadas com o vírus HIV e outros bebes estão sendo acompanhados no diagnóstico. A ONG acolhe também a crianças do interior do estado que são encaminhadas por meio dos centros de saúde.

A Casa Vhida é uma instituição que desde 1999 vem acolhendo crianças portadoras do vírus Hiv e que tem feito a diferença amparando e ajudando muitas famílias a recuperar sua dignidade e auto estima oferecendo condições para resistir às fragilidades e complexidades causadas durante o tratamento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui