Dema doa 300 kg de pirarucu para duas entidades filantrópicas da capital

Foto: Divulgação / Assessoria de Imprensa da PC-AM

A equipe da Delegacia Especializada em Crimes contra o Meio Ambiente e Urbanismo (Dema), sob o comando do delegado titular da unidade policial, Bruno Hitotuzi, doou para duas entidades filantrópicas 300 quilos de pirarucu, apreendidos na manhã desta sexta-feira, dia 3, por volta das 9h, por irregularidade. A apreensão foi realizada por policiais militares do Batalhão de Policiamento Ambiental do Amazonas (BPAmb-AM), em uma embarcação ancorada no Porto Privativo de Manaus, situado no bairro Centro, zona Sul da capital.

De acordo com a autoridade policial, durante abordagem, os policiais militares constataram que um idoso de 73 anos, identificado como Paulo Cabral de Vasconcelos, proprietário do pescado, não portava a documentação exigida pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) para fazer o transporte do pescado. Na ocasião, o idoso foi preso pela equipe policial e conduzido à Dema.

Foto: Divulgação / Assessoria de Imprensa da PC-AM

“Doamos o pescado apreendido para o abrigo O Coração do Pai, situado no bairro Japiim, zona Sul, e para a organização humanitária internacional ‘Aldeias Infantis SOS’ de Manaus, localizada no bairro Alvorada, zona Centro-Oeste da capital. Temos como principal objetivo na Dema, defender a natureza e praticar a caridade, e, conforme os pescados são apreendidos, vamos doando para as entidades filantrópicas que estão cadastradas no banco de dados da especializada”, explicou Hitotuzi.

O idoso foi indiciado por transporte de pescado ilegal. Após procedimentos cabíveis na especializada, Paulo será liberado para responder pelo crime em liberdade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui