Deputado discute em Brasília, o alto custo da merenda e do transporte escolar

Deputado Sidney Leite busca solução junto MEC/Foto: Divulgação

Depois de reunir, em Brasília, com o secretário de Educação Básica do Ministério da Educação (MEC), Rossielli Soares, o deputado estadual Sidney Leite (PROS), abordou no plenário da Assembleia Legislativa do Amazonas, o custo da merenda e do transporte escolar na região, considerando que o valor repassado ao Amazonas, pelo Governo Federal, para esses dois serviços deve ser diferenciado.
“É inaceitável que os municípios de Atalaia do Norte ou São Gabriel da Cachoeira, por exemplo, recebam o mesmo volume de recursos de cidades como Campinas (SP) e Santa Maria (RS), onde a realidade é outra, com estrutura de estradas e fácil acesso. Enquanto que aqui o transporte é basicamente fluvial, ou seja, o custo do alimento para chegar no interior é muito mais caro”, declarou o deputado.

Deputado Sidney Leite busca solução junto MEC/Foto: Divulgação

Sidney, também, defende que o recurso do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) deve ser diferenciado para o Amazonas. O assunto também foi discutido com Rossielli e deverá virar uma das bandeiras políticas do parlamentar.

“A pauta da merenda, do transporte e do fundeb foi muito bem recebida por Rossielli. Essa é uma discussão que deverá avançar, com articulação política em toda região amazônica. Esse é o caminho para equilibrar essa disparidade que acontece no financiamento da educação pública e gratuita no nosso país”, completou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui