Dupla é presa com uma tonelada de maconha em barco no Iranduba


MANAUS – A polícia apreendeu de uma tonelada de maconha skunk e realizou as prisões, em flagrante, de Eduardo Oliveira Simões, de 37 anos, e Ismaiel de Souza da Silva, 51, por tráfico de drogas. A ação policial ocorreu, sob forte chuva, na madrugada deste domingo (08/11), por volta das 2h, no município de Iranduba (distante 27 quilômetros em linha reta da capital).

Em coletiva de imprensa realizada nesta segunda-feira (09/11), às 11h, o delegado-geral adjunto Tarson Yuri Soares explicou que a operação teve o apoio de agentes do Departamento de Investigação sobre Narcóticos (Denarc), do Grupo Força Especial de Assalto e Resgate (Fera), da Delegacia Fluvial (Deflu) e da Receita Federal.

Soares informou que, na madrugada da ação policial, a embarcação foi interceptada nas proximidades da Ilha da Paciência, em Iranduba. “No decorrer da abordagem, o cão farejador Odin, da Receita Federal, indicou que havia substâncias ilícitas no porão do barco. Diante desse fato, as equipes policiais averiguaram o local, momento em que encontraram cerca de uma tonelada de maconha skunk”, disse o delegado-geral adjunto.

O diretor do Denarc, delegado Paulo Mavignier, explicou que a ação foi deflagrada após um intenso trabalho investigativo. “Em mais uma operação, nós conseguimos efetuar a apreensão de uma quantidade muito expressiva de material entorpecente. Além disso, os dois tripulantes da embarcação receberam voz de prisão, assim que as substâncias ilícitas foram encontradas”, afirmou Mavignier.

Segundo o delegado Mavignier, as diligências em torno do caso seguem em andamento, a fim de identificar e prender tanto os indivíduos responsáveis por enviar as drogas, quanto as pessoas que iriam receber os entorpecentes para serem distribuídos e comercializados.

Procedimentos – Os dois infratores foram autuados em flagrante por tráfico de drogas. Após os trâmites na unidade policial, eles serão encaminhados para a Central de Recebimento e Triagem (CRT), onde ficarão à disposição da Justiça.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui