Eduardo Pazuello depõe pelo 2º dia consecutivo na CPI do Covid (vídeo)

Pazuello inicia segundo 'round' de depoimento após dia de contradições - foto: reprodução/Senado

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid retoma nesta quinta-feira (20/5) o depoimento do ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello, iniciado ontem, 19 de maio.

A perspectiva é que os senadores críticos à atuação do governo de Jair Bolsonaro frente à pandemia elevem a pressão sobre o general, confrontando-o sobre contradições do seu primeiro dia de participação na comissão.

Para esses parlamentares, as respostas do ex-ministros sobre o incentivo ao uso de cloroquina pelo governo federal, a recusa a ofertas iniciais de vacina e à falta de oxigênio em Manaus não correspondem a fatos que podem ser checados por meio de documentos e outros registros do último ano.

Pazuello após primeiro dia de depoimento à CPI. Segundo relator Renan Calheiros, general “mentiu muito” – foto: recorte/BBC

“O depoimento do ministro Pazuello foi verdadeiramente sofrível. Infelizmente, ele mentiu muito”, criticou o senador Renan Calheiros (MDB/AL), relator da CPI, em entrevista coletiva na noite de ontem.

O depoimento foi interrompido porque a comissão não pode funcionar quando o plenário do Senado inicia uma sessão – como havia ainda 23 senadores inscritos para inquirir o ex-ministro quando isso ocorreu, o presidente da CPI, senador Omar Aziz (PSB-AM) considerou que não valeria a pena retomar a sessão ainda na quarta-feira à noite.

O adiamento acabou dando tempo extra para senadores checarem as falas de Pazuello e confrontá-lo na sessão desta quinta.

Confira o depoimento ao vivo:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui