Entidades e personalidades lançam manifesto em defesa da vacinação em massa

Foto: Reprodução

Entidades da Sociedade Civil e personalidades do Amazonas produziram Manifesto pela Vacinação em Massa da População, a ser entregue nesta segunda-feira, 15/02, aos Poderes constituídos do Amazonas e da União.

“É a esperança e a resposta eficaz diante deste cenário de caos social, novas infecções e mortes causados pela Covid-19″, aponta trecho do documento.

O Comitê do Amazonas de Combate à Corrupção e ao Caixa Dois Eleitoral, entidades da Sociedade Civil e personalidades, que subscrevem o documento, solicitam dos governantes do Amazonas e do Governo Federal, esforços imediatos para a compra de vacinas e a realização de ampla campanha de imunização no Estado, “pois o povo não suporta mais tanto sofrimento e descaso nesta crise sanitária que ceifa vidas e sonhos”, diz o manifesto.

Para as entidades, o sistema de Saúde (Público e Privado) no Amazonas está colapsado desde o ano passado em consequência da pandemia do coronavírus e, em janeiro, foram registradas mais de 2.600 mortes, entre manauaras e amazonenses, transformando o Estado em um dos epicentros do coronavírus no mundo.

O cenário atual é de caos na Saúde, com pacientes sendo deslocados para outros estados da federação, a formação de grande lista de espera de infectados por leitos em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e a impossibilidade real de remoção de doentes entre as unidades de Saúde.
O manifesto diz ainda que a solicitação não se trata de privilégio à imunização em massa dos habitantes no Amazonas, mas de uma estratégia inteligente de Saúde Pública, que ao ser implantada, irá impedir que o coronavírus, na sua versão mais contaminante, possa infectar e, até levar à morte, outros brasileiros no país. A solicitação se constitui, também, em uma forma prudente e otimizada de utilização dos recursos públicos, diz o documento.

As entidades e personalidades defendem e apoiam as ações dos Ministérios Públicos do Estado, Federal, do Trabalho e de Contas, da Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM), da Defensoria Pública da União (DPU) e a atuação da do Poder Judiciário, por meio da 1ª Vara Federal Cível do Amazonas, que com as suas decisões buscam garantir os direitos da população ao acesso e tratamento da Covid-19. Destacam ainda a ação desenvolvida diante da crise da falta de oxigênio nos hospitais e o combate a má gestão dos recursos financeiros nos serviços de Saúde do Estado e município, responsáveis diretos pela perda de inúmeros pacientes e o luto das famílias.

O Manifesto conta com o apoio da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – Norte1, Arquidiocese de Manaus, Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Amazonas, Conselhos Regionais de Administração, Contabilidade e de Economia, Sindicato e Federação dos Jornalistas, Sindicato dos Professores e Pedagogos de Manaus – Asprom, da Articulação Amazônica dos Povos e Comunidades Tradicionais de Terreiro de Matriz Africana – ARATRAMA, Sindicato dos Trabalhadores da Indústria de Material Plástico do Amazonas e outras.

Tem apoio ainda de personalidade como os Arcebispos de Manaus Dom Sérgio Castriani e Dom Leonardo Steiner; promotor Flávio Mota; jornalista Wilson Reis; presidente da OAB/AM – Grace Anny Benayon Zamperlini; administrador Inácio Guedes – ex-presidente do Conselho Regional de Administração – CRA/AM; economista Mourão Júnior – ex-presidente do Conselho Regional de Economia; contador Manoel Júnior, do Conselho Federal de Contabilidade – CFC, Pe. Paulo Tadeu Barausse, do Sares; advogado Júlio Antônio Lopes – Presidente da Academia de Letras, Ciências e Artes do Amazonas; advogado Paulo Queiroz – Presidente da Associação Brasileira de Escritores e Poetas Pan-Amazônicos – ABEPPA e da Academia de Letras e Culturas da Amazônia – ALCAMA); administrador Nelson Aniceto Rodrigues – Presidente do Conselho Regional de Administração – CRA/AM; economista Martinho Luís Gonçalves Azevedo – Presidente do Conselho Regional de Economia – Corecon; Advogado Carlos Santiago, jornalista e professora Ivânia Vieira, professora Marilene Corrêa da Silva Freitas e outras.

Manaus, 15 de fevereiro de 2021.

Entidades

-Comitê Amazonas de Combate à Corrupção e Caixa Dois Eleitoral

– Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Amazonas – OAB/AM.
– Conselho Regional de Administração – CRA/AM
– Conselho Regional de Contabilidade – CRC/AM
– Conselho Regional de Economia- Corecon/AM
– CNBB/ Norte 1
– Arquidiocese de Manaus
– Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado do Amazonas – SJP/AM
– Federação Nacional dos Jornalistas – Fenaj
– Serviço Amazônico de Ação, Reflexão e Educação Socioambiental – SARES.
– Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral – MCCE.
– Sindicato dos Professores e Pedagogos de Manaus-Aspromsindical.
– Sindicato dos Trabalhadores da Indústria de Material Plásticos de Manaus e do Amazonas – Sindplast/AM.
– Comissão Pastoral da Terra Regional Amazonas
– Comissão Pastoral da Terra da Arquidiocese de Manaus
– Comissão Pastoral da Terra da Diocese de Parintins
– Comissão de Defesa dos Direitos Humanos de Parintins
– Movimento dos Trabalhadores Cristãos Grupos do Amazonas
– Associação de Amparo Social Frei Mário Monacelli.
– Articulação Amazônica dos Povos e Comunidades Tradicionais de Terreiro de Matriz Africana – ARATRAMA
– Associação de Desenvolvimento Sócio Cultural Toy Badé
– Ponto de Cultura Tambor de Mina: História, Memória e Tradição
– Ewɛgbɛ́ Acɛ́ Mina Gɛgi Fɔn Vòdùn Xɛ̀byosò Toy Gbadɛ́
– Centro de Umbanda Ogun Beira Mar
– Centro de Umbanda Raiz da Araucaia Ilê Axé Opô Opará
Ilê Aṣé Omi Mege Orun
– Centro de Umbanda São Jorge Guerreiro
– Associação Nossa Senhora da Conceição
– Instituto Nossa Senhora da Conceição
– Associação Beneficente Cultural e Religiosa do Ilê Axé Opô Opará
– Fórum Permanente das Mulheres de Manaus
– Movimento das Mulheres Negras da Floresta – Dandara
– Espaço Feminista Uri Hi
– Rede Nacional de Mulheres Negras no Combate a Violência.

Personalidades

– Flávio Mota ( promotor de Justiça do Amazonas )
– Wilson Reis ( presidente do Sindicato dos Jornalistas AM )
– Grace Anny Benayon Zamperlini ( presidente da OAB AM)
– Dom Leonardo Steiner ( Arcebispo de Manaus )
– Inácio Guedes (ex-presidente do Conselho Regional de Administração – CRA/AM)
– Mourão Júnior ( ex-presidente do Conselho Regional de Economia – Corecon )
– Manoel Júnior ( Conselheiro do Conselho Federal de Contabilidade – CFC)
– Pe. Paulo Tadeu Barausse, Sj. ( Coordenador do Sares )
– Júlio Antônio Lopes ( Advogado e Presidente da Academia de Letras, Ciências e Artes do Amazonas -ALCEAR)
– Paulo Queiroz ( Advogado e Presidente da Associação Brasileira de Escritores e Poetas Pan-Amazônicos – ABEPPA e da Academia de Letras e Culturas da Amazônia – ALCAMA).
– Nelson Aniceto Rodrigues ( Presidente do Conselho Regional de Administração – CRA/AM.)
– Martinho Luís Gonçalves Azevedo ( presidente do Conselho Regional de Economia – Corecon)
– Marinilde Verçosa Ferreira ( professora Ufam/ FES )
Cassius Clei de Aguiar – (Membro Consultor, Comissão Especial de Direito Eleitoral CFOAB)
– Maria Aparecida Magalhães Veras (Advogada e Coordenadora regional do Observatório de Candidaturas Femininas)
– Ricardo Abtibol Vilhena (Advogado)
– Joseny Gusmão ( presidente do Conselho Regional de Contabilidade – CRC/AM.)
– Francisco Brito ( presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Indústria de Material Plásticos de Manaus e Amazonas – Sindplas/AM)
– Elcilene Silva da Rocha (Advogada)
– Carlos Santiago ( Advogado, Analista Político e Sociólogo )
– Lambert William Melo ( Coordenador de Comunicação do AspromSindical).
– Patrícia Cabral – ( Conselho de leigos e leigas da Arquidiocese de Manaus)
– Gleice Oliveira ( historiadora e professora – Coletivo de Mulheres da Educação.)
– Denise Kassama Franco do Amaral ( vice-presidente do Conselho Federal de Economia)
– Fabiane Vinente dos Santos ( antropóloga, pesquisadora do Laboratório Território, Ambiente, Saúde e Sustentabilidade da Fiocruz Amazônia)
– Maria Irene Tondin ( ISSP ).
– Claudionor da Silva de Mendonça (Coordenador da Pastoral da Aids – Arquidiocese de Manaus)
– Xɛ́byosɔnɔ̀n Pai Alberto Jorge Silva ( Sacerdote da Sacralidade de Matriz Africana)
– Vodunsi Lissássi Pai Jonathan Azevedo (Presidente da Associação de Desenvolvimento Sócio Cultural Toy Badé)
– Pe. Adriano Luís Hahn (SARES).
– Luciano Santos ( Advogado e Coordenador do MCCE)
– Maria de Guadalupe de Souza Peres ( Conselheira Estadual de Saúde )
– Frei Paulo Xavier ( Pároco da Igreja de São Sebastião/ Manaus)
– Dom Sérgio Castriani ( Arcebispo Emérito de Manaus)
– Marcela Vieira (assessoria da Cáritas Brasileira/Articulação Brasileira pra Economia de Francisco e Clara).
– Ademar Vieira ( jornalista e roteirista ).
– Marilene Corrêa da Silva Freitas ( professora doutora da Ufam, ex-secretária de Ciência e Tecnologia e ex- reitora da UEA )
– Gláucio da Gama ( Assina pelo Fórum Permanente de Afrodescendentes do Amazonas-FOPAAM)
-Maria Gorete Barbosa de Oliveira (
Pastoral Operária da arquidiocese de Manaus e pela Equipe Itinerante).
– Marcos Alexandro Alves Correa (Conselheiro Estadual de Saúde.)
– Mercy Maria dos Santos Soares ) Pedagoga/Consultora de Qualidade)
– Francisco Cesar Garcia Marques (Administrador Público Federal)
– Ivânia Vieira, jornalista, Professora da Ufam, membro do Fórum de Mulheres Afro-Ameríndias e Caribenhas (FMAC), do Movimento de Mulheres Solidárias do Amazonas (MUSAS) e da Frente Amazônica de Mobilização em Defesa dos Direitos dos Indígenas (FAMDDI).
– Pe oziel Cristo de Oliveira (Coordenador da Missão Satere – Mawe.)
– Valério Setor ( membro do Serviço Jesuíta Panamazônica)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui