Envelhecimento desperta necessidades especiais do organismo

Foto: Divulgação

Com o passar do tempo, organismo humano apresenta necessidades de nutrição diferentes; readaptação é fundamental

Conforme o organismo humano vai envelhecendo, diversas funcionalidades perdem seu vigor e acabam enfraquecendo o sistema imunológico. O corpo idoso, de maneira natural, apresenta dificuldades para continuar absorvendo nutrientes como antes, e, mesmo quando a pessoa se alimenta bem, ainda há o risco de desenvolver carência de elementos, como vitaminas e sais minerais.

Com a falta de nutrientes, o organismo fica sujeito a infecções, gripes, pneumonias e muitas outras enfermidades que acometem milhares de pessoas todos os anos, levando-as a óbito. Entendendo essa condição e predisposição natural do organismo à carência de vitaminas, é fundamental que a alimentação mude conforme o corpo envelhece.

De acordo com o geriatra do Hospital Sírio-Libanêes, Thiago Mônaco, “idosos, em geral, devem consumir uma maior quantidade de proteínas, minerais e vitaminas específicos, além de aumentar a ingestão de água e fibras”. Portanto, se o organismo idoso não se adequa às suas novas necessidades, acaba correndo o risco de sofrer inúmeras disfunções metabólicas, imunológicas e cognitivas.

Ingestão de proteína deve ser ampliada

Naturalmente, o envelhecimento do corpo provoca aumento de gordura e diminuição da massa muscular e óssea. Por isso, é comum encontrar pessoas com mais de 60 anos que apresentam problemas nos ossos. Para reduzir esse quadro, no entanto, o consumo de proteínas deve aumentar.

“Como os músculos são formados, principalmente, por proteínas, deve-se aumentar esta ingestão. Isso é um grande desafio, já que a quantidade de calorias que um idoso deve ingerir é menor que a de um adulto e seu metabolismo é mais lento”, afirma Mônaco.

No entanto, para facilitar esse processo, é possível suprir essa necessidade com o uso de suplementos como o whey protein, sempre com orientação e acompanhamento médico e nutricional, para introduzir o alimento na dieta de maneira correta.

Vitamina D e mais atenção aos nutrientes

A vitamina D é um dos elementos essenciais para que as células de defesa do organismo continuem livrando o corpo de enfermidades. Mas, mais do que isso, essa vitamina é um hormônio com funções fundamentais para o bom funcionamento do sistema imunológico em todas as idades.

Como sabemos, a principal fonte de vitamina D é a luz solar. No entanto, os idosos acabam perdendo a capacidade de absorção da pele e, por isso, a produção pode equivaler a apenas 20% da quantidade sintetizada por um jovem. Dessa forma, focar na ingestão de vitamina D, cálcio, fibras e minerais é essencial para garantir a saúde na terceira idade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui