Festival Cultural inclui visita de professores ao Palacete Provincial e Centro Cultural Palácio Rio Negro

Foto: Michael Dantas / Cultura

Os professores da rede pública estadual são contemplados com visitas, até o dia 30 de novembro, ao Palacete Provincial e o Centro Cultural Palácio Rio Negro, ambos localizados no centro da capital. A programação integra o 1º Festival Cultural da Educação, que tem como principal objetivo valorizar os docentes e, ainda, o cenário cultural do Amazonas.

O festival foi lançado pelo governador Wilson Lima, no dia 5 de novembro, durante evento no Teatro Amazonas. Além dos museus, os professores podem escolher entre apresentações de dança, música, cinema e passeio turístico por Manaus. As inscrições devem ser feitas no site www.educacao.am.gov.br. Cada professor tem direito a um acompanhante.

O 1º Festival Cultural da Educação é uma idealização da Secretaria de Estado de Educação e Desporto, com apoio da Secretaria de Estado Cultura e Economia Criativa e da Empresa Estadual de Turismo do Amazonas (Amazonastur).

Foto: Michael Dantas / Cultura

Centro Cultural Palácio Rio Negro – Construído em 1903, foi arquitetado para ser residência particular de um abastado comerciante da borracha, o alemão Karl Waldemar Scholz. É um dos prédios mais emblemáticos desse período que marcou a economia do estado.

O local funcionou como Sede do Governo e, em 3 de outubro de 1980, foi tombado como Patrimônio Histórico e Artístico do Estado do Amazonas. Ao longo dos anos foi reformado, restaurado e adaptado e, em virtude de sua beleza arquitetônica e relevância histórica, foi transformado em Centro Cultural.

O Centro Cultural Palácio Rio Negro conta com salões para recitais, exposições, lançamento de livros e diversas atividades culturais. Mantém, ainda, um gabinete de despachos para o governador e a agenda aberta para atos oficiais, quando necessário.

Palacete Provincial – Atualmente abriga cinco museus de diferentes linguagens: Museu de Arqueologia, Museu da Imagem e do Som (MISAM), Museu de Numismática do Amazonas, Museu Tiradentes e a Pinacoteca do Estado.

O prédio foi fundado em 1874 e, por mais de 100 anos, funcionou como Quartel da Polícia Militar do Amazonas. Em 24 de março de 2005, passou por um restauro, sendo reinaugurado em 2009, aberto para visitação pública e gratuita, recebendo visitantes interessados em conhecer os acervos e coleções de artes dos museus e que também participam dos eventos culturais que acontecem no local. A Praça da Polícia, em frente ao prédio, é uma extensão do passeio ao local.

A Pinacoteca tem quadros, fotos e gravuras de artistas locais. O Museu de Numismática conta com um acervo de 8 mil moedas. O da Imagem e do Som tem DVDs e CDs para exibição gratuita no local. O Museu Tiradentes homenageia os bombeiros e a polícia do Estado, com armas e fardas em exposição. E o Museu de Arqueologia reproduz escavações e artefatos descobertos na região.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui