Fettagri tem representante no 8º Fórum das Águas, em Brasília

Diretor de políticas agrícolas, Milton Soares, FETRAGRI/AM -Foto: Divulgação

A 8ª edição do Fórum Alternativo Mundial da Água (FAMA), a primeira na América Latina, que iniciou dia 19 e vai até hoje 22 de março, em Brasília, reúne representantes de 30 países localizados em todos os continentes.
Cerca de seis mil pessoas representando povos indígenas, quilombolas, pescadores artesanais, camponeses, ribeirinhos e trabalhadores rurais de todo o país, participantes do Fórum Mundial das Aguas, tem o objetivo de dialogar sobre a importância de atrelar a defesa do meio ambiente à luta em defesa da água como um direito essencial, fundamental e universal.

O Amazonas está representando por membros da Diretoria da Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais – FETTAGRI/AM e Federação dos Sindicatos de Pescadores do Amazonas – FESINPEAM.

Foto: Divulgação

O diretor de políticas agrícolas, Milton Soares, FETRAGRI/AM denuncia que estamos atravessando um momento desumano de transformação da água em mercadoria. “Não aceitamos a mercantilização da água. De 2011 para cá cresceu em 150% o número de conflitos por água. E esse número pode ser maior, pois muitos casos nem chegam a ser registrados”, destaca a dirigente.

Para o presidente do Sindicato dos Pescadores do Amazonas, Ronildo Palmere, precisamos fazer uma discussão democrática sobre o acesso a água, pois, é de fundamental importância para a produção de alimentos, “é do rio que tiramos os alimentos mais precioso para a população amazonense que é o peixe.

Recentemente tivemos intervenção de grandes projetos do governo federal com a construção das hidrelétricas de Jirau e Santon Antônio em Rondônia que impactaram diretamente o rio madeira e por consequências aos pescadores”. Afirmou o presidente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui