Fiscalização ambiental multa bar em R$ 25 mil na praça do Eldorado

Foto: Chico Bruno / Casa Militar

A fiscalização ambiental da Prefeitura de Manaus integrou na última sexta-feira,24, e madrugada de ontem sábado, 25/5, mais uma operação noturna de combate à poluição sonora e outros ilícitos cometidos por bares e estabelecimentos, alvos de denúncias. Um dos bares visitados, localizado na praça do conjunto Eldorado, zona Centro-Sul, foi multado em 251 Unidades Fiscais do Município (UFMs), o equivalente a aproximadamente R$ 25 mil.

A operação percorreu outros três bares e até um parque de diversões, nas regiões do Centro, Cachoeirinha, conjunto Boas Novas e Redenção, com multas, apreensões e interdições para uso de som lavradas pela equipe da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas).

Foto: Chico Bruno / Casa Militar

A ação contou com a participação dos órgãos que compõem a Central Integrada de Fiscalização (CIF), do Centro Integrado de Comando e Controle (CICC) da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP-AM). Entre eles estão a Semmas, Vigilância Sanitária, da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa); Corpo de Bombeiros; Casa Militar; Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb); Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização de Trânsito (Manaustrans); Delegacia Especializada em Crimes contra o Meio Ambiente (Dema), da Polícia Civil; Batalhão Ambiental da Polícia Militar e Juizado da Infância e da Juventude, do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM).

Foto: Chico Bruno / Casa Militar

De acordo com o fiscal da Semmas, Davi Fernandes, as operações estão sendo realizadas regularmente a partir das denúncias mais frequentes oriundas da população. “A multa maior foi a aplicada na praça do conjunto Eldorado por ser um estabelecimento que tinha licença para utilizar o seu som na área interna e no entanto, montou um palco em via pública”, explicou o fiscal.

Segundo ele, além da multa, o estabelecimento teve todos os equipamentos apreendidos. “A situação se caracteriza como sendo de descumprimento de condicionante do licenciamento ambiental”, observou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui