Indicado de Bolsonaro ao STF não tem voto suficiente no Senado, diz presidente

André Luiz Mendonça - Foto: Fellipe Sampaio /SCO/STF

Rodrigo Pacheco traçou um diagnóstico ruim para André Mendonça em um jantar de que participou na terça-feira (19/10).

Segundo Pacheco, Mendonça hoje não teria os votos necessários para ser aprovado em plenário. Passaria na Comissão de Constituição e Justiça, mas não na votação de todos os senadores.

Para ser aprovado em plenário, André precisaria ter 41 dos votos, seja qual fosse o quórum presente.

Brasil247

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui