Líder supremo do Irã promete vingança ao EUA

Foto: Reprodução

Após o ataque com míssil dos Estados Unidos que tirou a vida de Qassen Suleimani, brigadeiro-general que comandava uma unidade especial da Guarda Revolucionária do Irã, Ali Khamenei, líder supremo do Irã, prometeu uma vingança severa.

Diante do óbito de Qassen, o aiatolá oficializou três dias de luto nacional. Suleimani era um importante general no Irã. Ele representava as forças armadas do país desde 1990. No ano de 2017, foi eleito como uma das cem pessoas mais relevantes do mundo pela revista Time.

“O martírio é a recompensa por seu trabalho incansável durante todos estes anos. Se Deus quiser, sua obra e seu caminho não vão parar aqui e uma vingança implacável espera os criminosos que encheram as mãos com seu sangue e a de outros mártires”, relatou Khamenei através de sua conta no Twitter.

Ao menos oito pessoas morreram no ataque, entre elas o também comandante Abu Mahdi al-Muhandis, das Forças de Mobilização Popular (FMP).

Fonte: Aventuras na História

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui