Linguagem Javascript: o que é e como funciona

JavaScript uma das linguagens de programação mais conhecidas e utilizadas - Foto: Reprodução

Por Rodolfo Milone

Uma das linguagens de programação mais conhecidas e utilizadas é a JavaScript. Ela foi criada em 1995, redescoberta nos anos 2000 e faz parte da vida de todos os usuários da internet, muitas vezes, sem ser percebida.

A linguagem foi criada para rodar no navegador do usuário, dando acesso a objetos dentro de outras aplicações. Em conjunto com o HTML e o CSS, é uma das bases da internet atualmente.

Ignorada durante alguns anos, atualmente está em todos os sites. É quem torna possíveis aplicações ricas, atualização dinâmica de conteúdo e outros aprimoramentos presentes na

. Além disso, é opção para aplicativos, sistemas complexos e jogos eletrônicos.

O que é o JavaScript

JavaScript não é o mesmo que Java. São duas linguagens de programação com sintaxe, semântica e usos diferentes. Foi criada por Brendan Eich que trabalhava na Netscape Communications Corporation para, inicialmente, rodar no Netscape Navigator.

A motivação era atender às demandas por avanços, em especial, dinamizar determinados processos de páginas web, tanto na interação com o usuário quanto com os navegadores. Um ano depois do lançamento, a Microsoft a colocou no próprio navegador.

Por ser uma linguagem com aplicações funcionais e mais completas para a rotina dos desenvolvedores, é baseada em protótipos e paradigmas variados, suportando estilos de orientação a objetos, imperativos e declarativos.

Atua na programação, na transformação e no processamento de dados enviados e recebidos por meio de uma interação mais agradável. Leve e interpretada, também pode ser utilizada em outros ambientes sem browser.

Outra vantagem do JavaScript é ser aberta – o que trouxe benefícios pela colaboração de várias empresas. Por isso, evoluiu e novas finalidades fossem descobertas.

Funcionamento e utilidades do JavaScript

A Javascript fornece às páginas web a programação, a transformação e o processamento de dados enviados e recebidos. Faz ainda a interação com a marcação e a exibição de conteúdo da linguagem HTML e com a estilização desse conteúdo proporcionado pelo CSS.

Com códigos escritos nesta linguagem, é possível atualizar parte do conteúdo de uma página web sem carregá-la totalmente. Foi o ponto de partida de vários softwares funcionais e com objetivos variados.

Como os códigos fazem parte de diferentes locais que permitem o acesso à web, estão presentes em aplicativos do Facebook, do Instagram e do Airbnb; em sistemas complexos e jogos eletrônicos que rodam direto no navegador e ainda em algo que faz parte da rotina das pessoas, especialmente no trabalho remoto: o Google Docs.

Com a evolução, a JavaScript hoje permite aplicações para o desenvolvimento mobile, pois, com uma base de código, são desenvolvidos apps para iOS e para Android; além de programas para desktop.

Sem perder atualizações

Diante de uma linguagem de programação com tantos usos possíveis e que se aperfeiçoa constantemente, o ideal para o profissional da área de tecnologia da informação (TI) é buscar a capacitação necessária. Para escolher os cursos que permitam à pessoa atuar neste cenário, uma dica é recorrer aos comparadores online.

Nestes sites, o interessado pode filtrar as possibilidades disponibilizadas em variadas plataformas e avaliar valores, planos de estudo, metodologia, conteúdo, por exemplo. É possível assistir à prévia das aulas e ter acesso às pontuações e aos comentários feitos por ex-alunos e ex-alunas do curso.

Desta forma, o interessado consegue avaliar todos os tópicos que considera fundamentais antes de fazer a escolha que melhor atenda às suas prioridades.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui