Mais de 18 mil visitantes já passaram pelo Museu da Amazônia, em 2014

Museu da Amazônia, em Manaus/Foto: Divulgação

Museu da Amazônia, em Manaus/Foto: Divulgação
Museu da Amazônia, em Manaus/Foto: Divulgação

Mais de 18 mil pessoas visitaram o Museu da Amazônia (Musa) neste ano. Mais da metade do público, 9.918 pessoas, visitou o museu nos meses de julho e agosto. Das 18.149 que visitaram o Musa, 4.765 conheceram, também, a torre de observação, aberta a visitação em junho.

A média de público, que até maio era de 1,2 mil, subiu para 2,3 mil pessoas por mês. O período de férias no mês de julho e a Copa do Mundo ampliaram o mapa de estrangeiros que conheceram o Musa.

A lista inclui visitantes da Dinamarca, Espanha, Portugal, Argentina, México, Venezuela, Alemanha, Colômbia, França, Chile, Hungria, Austrália, Peru, Rússia, África do Sul, Japão, EUA, Finlândia, Itália, Inglaterra, Suíça, Holanda, Suécia, Porto Rico, Canadá, Israel, China e Índia. Mas o visitante local, principalmente moradores do entorno, ainda são maioria.

O dia preferido para as visitas continua sendo o domingo. E foi num domingo, dia 20 de julho, o recorde de visitantes num só dia: no total, foram 950, sendo que 284 deles também conheceram a torre de observação. Porém, o recorde de visitas à torre ocorreu no dia 27, com 284.

Recomendações

As regras foram estabelecidas para garantir aos visitantes uma subida confortável e segura. As visitas são monitoradas, com os visitantes organizados em grupos de 15 pessoas, mas canceladas em caso de mau tempo. É recomendável o uso de tênis ou bota. A idade mínima para uso do equipamento é de 8 anos e menores entre 8 e 14 anos devem ser acompanhados por responsável.

A entrada é gratuita, porém o Musa aceita contribuição dos visitantes para manutenção dos equipamentos. Não é necessário agendamento. O Musa funciona no Jardim Botânico de Manaus, avenida Margarita (antiga Uirapuru), 559 – Cidade de Deus, de terça a domingo, das 09h00 às 17h00.(PAmCult)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui