Mesmo sem aulas presencias merenda escolar será comprada por R$ 4,7 milhões

Foto: Reprodução

Por conta da pandemia do coronavírus, as aulas presenciais em Tefé (a 525 quilômetros de Manaus) estão suspensas. No entanto, a merenda escolar será comprada por R$ 4,7 milhões, mesmo sem previsão para retorno das atividades nas unidades de ensino.

O montante foi dividido entre três empresas. Uma delas vai receber R$ 2,4 milhões para fornecer os gêneros alimentícios.

O prefeito de Tefé, Normando Bessa, está em busca da reeleição. Por enquanto, não foram anunciados investimentos para a área da saúde no município, que contabiliza mais de 3,2 mil casos de coronavírus e quase 90 mortes causadas por covid-19.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui