O prefeito foragido se entrega ao MP-AM

Foto: Divulgação/Arquivo AC

O Ministério Público do Amazonas (MPAM) confirmou que o prefeito de Coari, Adail Pinheiro Filho, acaba de se entregar com a presença de um advogado na sede do órgão, localizada no bairro Ponta Negra, Zona Oeste de Manaus.

Havia a informação de que ele estaria em Brasília tentando recorrer do pedido de prisão decretado pela Justiça do Amazonas. Entretanto, o político estava em Manaus e enviou nota à imprensa negando a sua participação no suposto esquema de desvio de dinheiro e fraudes em licitações no município do Amazonas.

Além de Adail Filho, foram presos Alexsuel Rodrigues, sócio do Supermercado Rodrigues; o sargento da Polícia Militar Fernando Lima e o presidente da Câmara de Coari, Keiton Batista.

Foto: Divulgação/Arquivo AC

“O prefeito Adail Filho considera as acusações graves e prestará todos os esclarecimentos desejados pela justiça, comprovando a seriedade de sua condição como administrador de uma cidade que já voltou a ser uma das mais desenvolvidas do Estado do Amazonas e que, em função disto, volta a ser alvo dos mais diversos interesses e acusações infundadas”, diz parte da nota.

O filho do dono do Supermercado Rodrigues Alexsuel Rodrigues, de 28 anos, também foi preso durante a Operação Patrinus do Ministério Público, na manhã desta quinta-feira (26). Ele é acusado de fazer parte do esquema de corrupção em Coari.

Em agosto o filho do dono do Rodrigues já estava sendo investigado por ter “ganhado” o terreno ilegalmente pela prefeitura de Coari, na gestão de Adail Pinheiro, o pai de Adailzinho, atual prefeito da cidade

Fonte: Laranjeiras FM

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui