Padrasto suspeito de agredir e matar bebê é preso em Barreirinha

Foto: Reprodução

Um homem, de 25 anos, que não teve a identidade revelada, foi preso neste sábado (26), no município de Barreirinha (distante 512 quilômetros de Manaus), suspeito de agredir e matar a própria enteada de apenas 1 ano e 6 meses, em março de 2019, no bairro Alvorada, Zona Centro-Oeste de Manaus.

De acordo com a titular da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), Joyce Coelho, o crime aconteceu durante ausência da mãe da criança e vizinhos relataram que a vítima chorava muito. “Na ocasião do crime, a criança estava sob os cuidados do padrasto, na casa da família, enquanto a mãe dela tinha ido deixar a filha mais velha, de 6 anos, na escola. Quando retornou, a mulher disse que viu o padrasto batendo nas costas da criança alegando que a mesma havia se engasgado”, disse a delegada.

A criança foi levada até uma unidade de Serviço de Pronto Atendimento (SPA) até que no dia seguinte, um tio paterno da criança compareceu à Depca para relatar que o bebê estava com diversos hematomas pelo corpo, internado no Pronto-Socorro Joãozinho e corria risco de morte.

O padrasto então se apresentou à Depca enquanto a criança ainda estava viva, mas ela teve duas paradas cardíacas e foi declarada morte encefálica. “Depois disso, o homem fugiu da residência e esteve foragido por dois anos e três meses”, completou a delegada.

O suspeito estava escondido na casa de um pastor. Já o pedido de prisão preventiva foi expedido no dia 19 de março de 2019, pelo juiz Luís Chaves, da Central de Inquéritos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui