Parlamentar faz alerta sobre o aumento de casos de estupro no mundo

Vereadora Socorro Sampaio(PP)/Foto: Divulgação

Vereadora Socorro Sampaio(PP)/Foto: Divulgação
Vereadora Socorro Sampaio(PP)/Foto: Divulgação

A vereadora Socorro Sampaio (PP), alertou, hoje, segunda-feira (08), em pronunciamento na Câmara Municipal de Manaus, sobre o aumento dos casos de estupro ocorridos no mundo, ressaltando que, de acordo com relatório da Organização das Nações Unidas (ONU), cerca de 120 milhões de mulheres jovens em todo o mundo, o equivalente a uma em cada dez mulheres, foi vítima de estupro ou violação, até os 20 anos de idade.

Segundo Socorro Sampaio, os números são estarrecedores, e as crianças são as maiores vitimas de violência sexual, física ou psicológica. Ela disse que em estudo global sobre a violência contra crianças, o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) mostra que um quinto das vítimas de homicídio são crianças ou adolescentes.

“Isso é lamentável a realidade que estamos vivendo no mundo que um a cada dez jovens foi vítima de estupro. Precisamos refletir o significado dessa realidade que a ONU revela para todos os países. Não podemos considerar isso normal ou banalizar, mas precisamos combater esses crimes e amenizar as estatísticas. A criança tem direito a segurança na infância e pasmem vereadores, o bullying afeta uma em cada três crianças na faixa etária de três a 15 anos”, afirmou Sampaio.

De acordo com Socorro Sampaio, o homicídio é a principal causa de morte de rapazes e jovens com idade entre 10 e 19 anos nos países da América Latina, incluindo a Venezuela, a Colômbia, o Panamá e o Brasil.

“A violência muitas vezes acontece bem perto da gente. É difícil falar deste tema e muitas pessoas acabam deixando pra lá, mas não é algo que podemos deixar de conviver. O que me revolta ainda mais é saber que muitos desses crimes acontecem dentro de casa. As nossas crianças são abusadas e vitimas de estupro por aqueles que teriam a obrigação de proteger. As pessoas precisam se unir. Essa é uma luta de todos nós homens e mulheres”, alertou a parlamentar do Partido Progressista.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui