PF prende cozinheiro que reclamou de ter de cozinhar para Bolsonaro

Cozinheiro lamentou o fato de ter que cozinhar para o presidente durante estadia em hotel no Rio Grande do Sul – foto: montagem/recorte

Na cidade gaúcha de Bento Gonçalves, o cozinheiro do hotel Spa Vinho, Eduardo Lazzari, foi preso nesta sexta-feira (9) pela Polícia Federal por ter reclamado, no Facebook, que teria que cozinhar para o presidente Jair Bolsonaro. Após depoimento, ele foi liberado.

“Vou ter que cozinhar para esse diabo ainda, que raiva“, publicou Lazzari. As informações são do portal local NB Notícias. A frase repercutiu nas redes sociais e entre apoiadores do presidente. De acordo com o colunista Ricardo Noblat, do portal Metrópoles, o cozinheiro chegou a ser detido e foi suspenso por 3 dias do trabalho.

Mais um dia normal

O humorista Marcelo Adnet se manifestou no Twitter sobre a prisão e outros absurdos que ocorrem no Brasil sob a presidência de Bolsonaro.

“Bolsonaro, entre-arrotos, confessa que prevaricou., mulher é presa por bater panela contra o presidente, jornalistas mulheres ameaçadas pelo governo, Arthur Lira se mostra cúmplice e foge de seu dever. Mais um dia normal no Evangelistão”, escreveu.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui