Prefeitura de Apuí “endurece” decreto na cidade

Foto: Reprodução

Para evitar um colapso no sistema de saúde, a Prefeitura de Apuí (a 445 quilômetros de Manaus) proibiu por 15 a realização das atividades não essenciais. A decisão foi tomada depois de uma reunião convocada pela secretária Lexisandra Pascoal, que demonstrou preocupação a rápida expansão dos casos de covid-19 em Apuí.

Estão proibidos os funcionamentos de bares, lanchonetes, lojas de conveniência, restaurantes e outros estabelecimentos afins (exceto para entrega). O decreto ainda proíbe pelo mesmo período a realização de missas, cultos e qualquer outro evento religioso que implique em aglomeração de pessoas. também está suspensa, pelo período de 15 dias, a realização de eventos esportivos, festas e outros eventos em casa de shows, sítios, balneários, rios, igarapés, represas ou açudes de comunidades rurais.

Também está suspenso o funcionamento do transporte coletivo de passageiros intermunicipal, interestadual e da zona rural, ficando proibido o embarque e desembarque de passageiros no terminal rodoviário.

O documento ainda estabelece medidas sanitárias para o funcionamento dos serviços essenciais como o uso de máscaras, higienização dos ambientes, disponibilização de álcool em gel, distanciamento social, entre outras regras.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui