Prefeitura sorteia lojas para empreendedores de novas etapas da Galeria dos Remédios

Foto – Marinho Ramos / Semcom

Em continuidade às ações do projeto “Viva Centro Galerias Populares”, a Prefeitura de Manaus sorteou nesta semana 307 lojas e seis lanches para os empreendedores que vão ocupar a 2ª e 3ª etapas da Galeria dos Remédios, situada na rua Miranda Leão, Centro. Os novos espaços do centro de compras vão abrigar ex-camelôs, agora microempreendedores, que trabalhavam nas ruas do Centro Histórico de Manaus. Os sorteios foram divididos em nove setores, entre os quais, confecções, variedades, lanches, beleza, tabacaria, ferramentaria, eletrônicos e outros.
A obra de expansão da galeria será entregue em julho e, no total, o número de microempreendedores instalados no local chegará a 511. Nas obras da 2ª e 3ª etapas, foram investidos R$14.609.332,18. Além da praça de alimentação, com capacidade para aproximadamente 100 lugares, a galeria vai contar com agência dos Correios e duas salas da Escola de Serviço Público Municipal (Espi/Semad), onde vão funcionar cursos de qualificação profissional.

“A Galeria dos Remédios está entrando numa fase final, nós estamos fazendo os sorteios das lojas para identificar as posições dentro do espaço. Semana que vem se inicia a etapa de entrega da documentação e check list das lojas. A próxima fase será a arrumação dos lojistas para a grande inauguração”, destacou o secretário municipal de Agricultura, Abastecimento, Centro e Comércio Informal, Fábio Albuquerque.

Foto – Marinho Ramos / Semcom

Para a maioria dos novos microempreendedores, é grande a expectativa para receber a loja, arrumar e começar a trabalhar em um espaço que agora passa a ser próprio. “Estou muito otimista, a galeria está muito bonita, é um projeto belíssimo, no qual eu acredito muito que vai dar certo. Convido ao público que, a partir de julho, vá conhecer e nos visite, porque tem muita coisa boa. A galeria vai ser um sucesso”, enfatizou Hozana Martins da Silva, que trabalha com confecções.

Vale destacar que a Praça de Alimentação da 1ª etapa da galeria também passa por modificação, atendendo a reivindicação dos próprios empreendedores instalados. Com capacidade para mais de 250 lugares, a praça também será entregue na inauguração das novas etapas.

Histórico

Dos 2.082 camelôs cadastrados no início do projeto, em 2013, 1.503 já foram realocados das ruas do Centro para espaços definitivos. Na Galeria Espírito Santo, na rua 24 de Maio, estão instalados 295 empreendedores e, no Shopping Phelippe Daou, zona Leste, são mais 603.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui