Presidente do Bradesco tem pressa na aprovação da Previdência

Presidente do Bradesco, Octávio de Lazari tem muita pressa na aprovação da PEC da Previdência, para 'melhorar a economia do Brasil' - foto: recorte

O presidente do Bradesco, Octávio de Lazari, afirmou na sexta-feira (5), que os empresários brasileiros estão “preocupados” com a demora da aprovação da reforma da Previdência, que julgam essencial para a retomada do ‘crescimento econômico’ do Brasil.

Lazari reforçou que, para ser eficaz ainda em 2019, a mudança nas aposentadorias precisa acontecer até, no máximo, o mês de agosto.

O empresário, que falou a jornalistas na entrada do Fórum do Lide, grupo de líderes empresariais, em Campos do Jordão (SP), atribuiu a demora na tramitação do projeto à “curva de aprendizado do governo de Jair Bolsonaro (PSL)”.

Nós gostaríamos que a reforma da Previdência estivesse andando mais rápido, mas é uma curva de aprendizado. “Mesmo que venha acontecer em junho, julho, ou, no máximo, em agosto, ainda assim daria tempo para capturar o ‘dinheiro necessário para o crescimento da economia’ para este ano”, afirmou.

Questionado se está preocupado com a demora no “aprendizado” do Palácio do Planalto, Lazari disse que isso ocorre “mesmo no setor privado”.

O otimismo, diz o empresário, se deve à expectativa sobre a “bonança” o dinheiro que vem depois da “tempestade”, em referência à discussão entre o ministro da Economia, Paulo Guedes, e deputados federais durante uma reunião da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados.

Plantão Brasil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui