Produtores familiares de Parintins e Itacoatiara poderão fazer intercâmbio agrícola

Foto: Reprodução

Uma visita técnica às comunidades de Novo Remanso e Vila do Engenho, em Itacoatiara (a 175 quilômetros de Manaus) foi realizada para incentivar o intercâmbio de práticas agrícolas da cultura do abacaxi entre produtores familiares de Parintins (a 369 quilômetros de Manaus) e Itacoatiara. O evento foi acompanhado pelo Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam).

De acordo com o extensionista rural Suzamar Santos, da Gerência de Apoio à Produção Vegetal (GPV) do Idam, esta visita representa uma primeira etapa no processo de expansão da cultura do abacaxi em Parintins. Para o próximo passo, o Idam pretende levar os produtores das comunidades de Novo Remanso e Vila do Engenho a Parintins, para que possam transmitir suas técnicas e conhecimentos práticos no plantio do abacaxi aos produtores familiares do município.

Em 2019, Novo Remanso concentrou mais da metade de toda a produção de abacaxi no Amazonas, com uma safra de mais 68 mil frutos e 1,3 mil produtores envolvidos na atividade.

A posição de destaque do abacaxi de Novo Remanso trouxe reconhecimento: em junho deste ano o produto recebeu o Selo de Indicação Geográfica, na categoria Indicação de Procedência (IP), e em novembro o governador Wilson Lima sancionou uma lei declarando o cultivo do abacaxi de Novo Remanso como Patrimônio Cultural de Natureza Imaterial do Amazonas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui