Registro de candidatura de Adail Filho passará por julgamento

Foto: Reprodução

Por ter três mandatos consecutivos acumulados em sua família, Adail Filho corre o risco de não exercer o cargo de prefeito reeleito em Coari (a 368 quilômetros de Manaus). O registro de candidatura passará por julgamento.

O artigo 5º da Constituição Federal proíbe o acúmulo de mandatos por um mesmo grupo familiar. Em 2012, o pai de Adail Filho, Adail Pinheiro, foi eleito prefeito de Coari. Ele foi afastado do cargo em fevereiro de 2014 devido à prática de crimes de abuso sexual de crianças e adolescentes e fraudes em licitações.

Com a condenação de Adail Pinheiro, Adail Filho assumiu a prefeitura. Em 2016, ele se manteve no cargo. O processo é movido pelo bacharel Raione Cabral e o segundo colocado nas eleições do município Robson Tiradentes (PSC).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui