Suspeitos de crimes são presos durante Operação ‘Volta Segura’, em Manaus

Operação " Volta segura", no centro de Manaus/Foto: Michael Dantas

Operação "" Volta segura", no centro de Manaus/Foto: Michael Dantas
Operação “”
Volta segura”, no centro de Manaus/Foto: Michael Dantas

Dez pessoas foram presas em dois dias da Operação “Volta Segura”, realizada desde a última sexta-feira, pelas polícias Civil e Militar no Centro de Manaus, com o objetivo de reduzir os casos de furto e roubo. A ação, coordenada pela Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), envolveu cerca de 200 policiais.
De acordo com balanço divulgado pela SSP-AM, uma quadrilha envolvida em furtos no Centro foi desarticulada. Também foram presos: um homem suspeito por tráfico de drogas,com 400 gramas de maconha, e um foragido do Compaj, além de dois menores apreendidos por suspeita de furto.

O secretário de Segurança Pública, Sérgio Fontes, ressaltou que a operação é uma resposta para os crimes de roubo e furto que estavam sendo registrados na área central de Manaus. Ele ressaltou que conforme estatísticas da SSP-AM, a maior parte dos crimes de roubo e furto no Centro é registrada no horário das 17h às 21h. “Estamos dando uma resposta aos cidadãos que não estavam tendo tranquilidade para terminar o seu trabalho e voltar para casa em paz e o Estado, como eu tenho dito, é reativo. Ele reage a todas as situações”, disse.

No primeiro dia de operação, a Polícia Civil efetuou seis prisões. Na rua Joaquim Sarmento, no Centro, três pessoas foram abordadas após furtarem uma loja de materiais elétricos.

Segundo o proprietário do estabelecimento, o trio levou do lugar oito caixas de holofotes de luzes, bobinas de fio elétrico e caixas de lâmpada para postes de iluminação pública. A mercadoria, avaliada em R$ 3 mil, foi recuperada e devolvida ao dono.

Além do trio, um rapaz denunciado por furtos de aparelhos celulares nas avenidas Getúlio Vargas e Eduardo Ribeiro foi preso. Israel Custódio Pantoja, 19, foi alcançado após cometer mais um delito naquela área. Com ele foram encontrados oito aparelhos celulares.

Em depoimento, Israel confessou ser foragido do regime semiaberto e estava nas ruas desde dezembro do ano passado, quando não retornou ao Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj).

O delegado-geral da Polícia Civil, Orlando Amaral, destacou os bons resultados da ação integrada. “O objetivo desta nova gestão é manter esta parceria com a Polícia Militar e demais órgãos que integram a Secretaria de Segurança Pública do Estado. Este trabalho que iniciamos no Centro de Manaus nesta sexta-feira é um reforço ao policiamento que já existe naquela região da cidade. Tenho certeza de que o conjunto das duas forças será um sucesso para a segurança da população”.

O comandante da Polícia Militar, coronel Gilberto Gouvêa, informou que o policiamento ostensivo na área Central continuará sendo intensificado. “Estamos fazendo o reforço do policiamento a pé para aumentar a sensação de segurança das pessoas que precisam passar pelo Centro. A população também pode nos ajudar denunciando a prática de crimes”, disse.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui