Temer foi um fiasco no encontro do G-20, na Alemanha

Temer voltou para tentar evitar sua queda, intensificando a compra de votos no parlamento .

A rede britânica BBC, uma dos mais respeitadas empresas de comunicação do mundo, deu a medida exata do fiasco de Michel Temer no encontro G-20, realizado em Hamburgo, na Alemanha.

De acordo com o relato da jornalista Mariana Schereiber, Temer “encerrou neste sábado sua rápida passagem pela cúpula do G20 em Hamburgo, na Alemanha, sem ter participado de nenhum encontro bilateral com outros chefes de Estado (…) e retornou ao Brasil antes do encerramento, perdendo o último almoço com as demais autoridades.”

Temer voltou para tentar evitar sua queda, intensificando a compra de votos no parlamento para que a denúncia que recebeu por corrupção passiva seja rejeitada (saiba mais aqui).

Temer voltou para tentar evitar sua queda, intensificando a compra de votos no parlamento.

Mariana lembra ainda que “Dilma Rousseff manteve agendas bilaterais nas cinco cúpulas do G20 das quais participou, ocasiões em que se reuniu com líderes de países como Alemanha, Índia, China, Rússia, Canadá, Espanha, Argentina, Itália, Turquia, entre outros.”

Ela aponta ainda que o presidente argentino, Mauricio Macri, por exemplo, teve reuniões com o recém-eleito presidente francês, Emmanuel Macron, o primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, e o primeiro-ministro de Cingapura, Lee Hsien Loong.

De acordo com o site de humor sensacionalista, Temer ganhou o apelido de “espanta-rodinha” no G-20.

247

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui