TO: Semana Nacional em Defesa e Promoção da Educação Pública

Inicia nesta segunda a Semana Nacional em Defesa e Promoção da Educação Pública.
Inicia nesta segunda a Semana Nacional em Defesa e Promoção da Educação Pública.
Inicia nesta segunda a Semana Nacional em Defesa e Promoção da Educação Pública.

Atendendo ao chamamento da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), o Sindicato dos Trabalhadores em Educação no Tocantins (Sintet) está convocando os trabalhadores em educação do Tocantins para participarem das atividades da 16ª Semana Nacional em Defesa e Promoção da Educação Pública, que acontece de 27 de abril a 01 de maio de 2015.
A partir da segunda-feira, dia 27, serão realizadas atividades em todas as sedes regionais do sindicato. Este ano a Semana tem como tema “EDUCAÇÃO, TRABALHO E DEMOCRACIA” e pretende envolver a comunidade escolar no desenvolvimento dos planos estaduais e municipais de educação, em sintonia com o PNE. Haverá debate nas escolas, aulas públicas em praças e ruas e atos públicos.
De acordo com a CNTE a Greve Nacional dos Trabalhadores em Educação é pela garantia dos direitos da classe trabalhadora; Contra o PL 4330; Pelo regime de partilha dos royalties do pré-sal (contra o PL 131/2015 do senados José Serra); Contra a PEC 171/93, que prevê a diminuição da maioridade penal para 16 anos; Pelo cumprimento integral da Lei do Piso do Magistério; pela Valorização da Carreira dos trabalhadores em Educação; Pela implementação imediata e integral do Plano Nacional de Educação (PNE).
O SINTET reivindica ainda o cumprimento das reivindicações da categoria nas redes estadual e municipais:
Rede Estadual:
O pagamento do retroativo das progressões 2013; Pagamento das Progressões 2014; Progressões 2015; Data-base; Equiparação PRONO e PROEB; Realinhamento dos índices das tabelas do PCCR; Enquadramento dos Administrativos e concurso público para administrativo; Aumento de 25% para 30% do Financiamento da Educação; Cumprimento da Meta 17 do PNE; Gestão dos recursos da Educação pela Seduc; Situação dos pedagogos; Aplicação do aumento do Piso salarial Profissional na carreira e Concurso para professores.
No dia 30 de abril, a CNTE organiza uma greve nacional com manifestações em todos os estados e municípios pelo cumprimento do piso e contra a terceirização. No Tocantins, o SINTET convoca os trabalhadores/as para paralisarem todas as atividades e aderirem a Greve Nacional da Educação. Em Palmas será realizado um grande Ato público.
“É preciso unificar as lutas nos estados pela garantia de direitos dos trabalhadores em educação e contra os retrocessos”, defende o presidente da CNTE, Roberto Franklin de Leão.
(Fonte: Ascom Sintet)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui