Amazonas Cidades

TRE-AM autoriza pagamento de abono aos professores, diz Sinésio Campos

Sinésio Campos considera justo pagamento de abono a professores e pedagogos - Foto: Danilo Mello/Aleam
Escrito por Redação II

O anúncio de que mais de 25 mil servidores da educação, professores e pedagogos, que atuam na capital e no interior, vão receber no próximo dia 15 abono de recursos oriundos das ‘sobras’ do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) foi tema do discurso do deputado Sinésio Campos (PT), ontem quarta-feira (10), no plenário da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam).

O parlamentar que foi relator da matéria na Aleam, disse que o governo do Estado não aceitou fazer o pagamento e a questão foi parar na Justiça. “Agora o pagamento foi autorizado pelo Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM)”, disse, ressaltando se tratar de justiça.

Sinésio Campos considera justo pagamento de abono a professores e pedagogos – Foto: Danilo Mello/Aleam

Os valores variam de R$ 3,6 mil para cada 20 horas (por cadeira). Para os de 40 horas o valor será de R$ 7,2mil. A verba vem do governo federal e é administrada pelo governo do Estado.

Emendas impositivas

Outro assunto tratado por Sinésio Campos diz respeito às emendas impositivas. O deputado defende que os 24 parlamentares devem cobrar dos candidatos ao governo neste segundo turno – Amazonino Mendes (PDT) e Wilson Lima (PSC) – o compromisso de respeitar o Poder Legislativo e que as emendas impositivas não sejam tratadas como ‘moeda de troca’.

“Até a presente data o governo não liberou para nenhum deputado as emendas constadas no Orçamento de 2018”, disse Sinésio Campos, ressaltando que esse é um debate que precisa ser tratado agora com os candidatos.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário