Vice de Amazonino pode ter candidatura impugnada

Humberto Michiles (PSDB) - Foto: Reprodução

O PROS e o candidato ao governo do Amazonas, Henrique Oliveira (Podemos), pediram a impugnação do registro de candidatura do candidato a Vice, Humberto Michiles (PSDB) por improbidade administrativa.

Michiles concorre ao cargo de vice-governador do Amazonas, na chapa de Amazonino Mendes (Cidadania).

O pedido de impugnação feito à Justiça Eleitoral, por Henrique Oliveira, alega que Michiles já foi condenado em segunda instância em ação de improbidade administrativa.

“O Sr. DARCY HUMBERTO MICHILES, ora Impugnado, foi acusado, julgado e condenado em primeira e segunda instâncias por atos de improbidade administrativa, enquanto gestor público, causando prejuízo financeiro ao Estado do Amazonas, tendo favorecido terceiros de forma direta com desvio de erário […] no valor de R$ 72.681,00 (setenta e dois mil, seiscentos e oitenta e um reais), sendo condenado a ressarcir integralmente tais valores atinentes às diárias de viagem pagas indevidamente”, destaca trecho da ação.

Michiles, de acordo com o processo, fez “indevidas despesas contraídas com concessão de passagens aéreas e diárias para deputados e servidores, no âmbito da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas, no período de outubro de 1996 a fevereiro de 1997”. Os advogados pedem que seja indeferido o registro da candidatura de Michiles “em função de sua evidente inelegibilidade, nos termos do art. 1o, I, alínea “l” da Lei Complementar nº 64/90”.

Protocolo AIRC
0600682-17.2022.6.04.0000_compressed

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui