Wilson Lima destaca fortalecimento da rede de assistência social

Foto: Diego Peres e Bruno Zanardo/Secom

Ampliação e qualificação do atendimento também inclui a construção de uma Casa da Mulher e de delegacias no interior

O governador do Amazonas, Wilson Lima, entregou, nesta quarta-feira (04/09), 12 veículos destinados às delegacias especializadas em crimes contra a mulher e aos Centros de Convivência da Família e do Idoso; equipamentos para reestruturação de Centros de Referência de Assistência Social (Cras); além de um cheque simbólico para Organizações da Sociedade Civil (OSCs). As ações abrangem a capital e o interior e, segundo ele, fortalecem a rede de assistência social do Estado.

A cerimônia de entrega foi realizada na sede da Secretaria de Estado de Assistência Social (Seas), zona centro-sul de Manaus. O fomento, da ordem de R$ 6 milhões, foi entregue para 19 OSCs e vai beneficiar, aproximadamente, cinco mil pessoas.

“Estamos fazendo a entrega de veículos para o atendimento a assistência social, incluindo um ônibus adaptado para pessoas que têm dificuldade de locomoção. Nós entregamos, também, alguns materiais que vão ajudar essas estruturas no interior, vários municípios estão recebendo. Tudo isso é uma demonstração do compromisso que o Governo do Estado tem com a área social”, destacou o governador.

Foto: Diego Peres e Bruno Zanardo/Secom

Wilson Lima enfatizou, ainda, que a rede de assistência social, combate e atendimento aos crimes contra a mulher têm recebido atenção especial dos governos do Amazonas e Federal. “Nós estamos conversando, inclusive, com a ministra Damares Alves (da Mulher, Família e Direitos Humanos), pois já há um encaminhamento para o fortalecimento da rede de atenção à mulher, da construção de uma Casa da Mulher aqui em Manaus, de delegacias no interior, de ampliação desse atendimento. Parte do material que a gente está entregando aqui já vai ajudar nisso”, afirmou Wilson Lima.

A titular da Seas, Márcia Sahdo, reconhece a importância de direcionar as ações estatais também para o interior. “Nós, como Estado, temos um papel fundamental que é fomentar os municípios para que eles possam desenvolver a política de assistência social e fomentar as organizações da sociedade civil. Então, hoje, nós estamos festejando duplamente porque nós conseguimos fazer isso acontecer nesses poucos sete meses de Governo, inclusive é um apoio que não acontecia, em alguns casos desde 2015, pois não havia repasses principalmente para os municípios”, frisou.

Foto: Diego Peres e Bruno Zanardo/Secom

Entrega de veículos – Foram entregues 12 automóveis, sendo dez provenientes de emendas parlamentares que somam R$ 944.350,00, e foram obtidos por meio do convênio Calha Norte, via Ministério da Defesa. Os termos de cessão foram assinados durante a solenidade. Os carros serão utilizados no atendimento dos Cras e delegacias especializadas de polícia, voltadas ao atendimento de crianças, mulheres e idosos em Manaus e nos municípios de Humaitá, Tapauá, Itacoatiara, Iranduba.

“Importantíssima essa união de esforços, esse repasse do Governo Federal, isso realmente vai resultar em mais segurança para a nossa população”, considerou o secretário de Segurança Pública, coronel Louismar Bonates. Também foram entregues dois ônibus adaptados para transportar Pessoas Com Deficiência (PCDs), que serão utilizados pelos Centros de Convivência da Família e do Idoso de Manaus.

Fomento para OSCs – As ações de fomento firmadas com OSCs, no valor de R$ 6.065.795,83, beneficiam 19 entidades e um total de 23 projetos que executam serviços na Proteção Social Especial de Média e Alta complexidade. Serão beneficiados, aproximadamente, cinco mil usuários nos serviços de abordagem social e de acolhimento institucional (abrigo) para idosos, crianças, adolescentes e pessoas em situação de rua.

Foto: Diego Peres e Bruno Zanardo/Secom

“A maioria deles trabalha de forma voluntária e a maioria deles enfrenta dificuldades, lembrando que nós estamos trabalhando com orçamento do ano passado e, aí, nós estamos fazendo um remanejamento para que eles possam ser efetivamente atendidos”, afirmou o governador Wilson Lima.

“A entrada desse fomento é essencial para a continuação. Nós não temos como fazer a parte mais difícil – que é a financeira – das organizações, sem esse fomento da Seas. Então a gente está feliz, porque está assegurado o trabalho das nossas crianças, nossos adolescentes, as pessoas que a gente atende, as famílias, os moradores de rua, os idosos estão sendo assistidos mais uma vez. A gente está aqui para agradecer”, ressaltou Magali Araújo, gestora do Lar Batista Janell Doyle, um dos beneficiados.

Equipamentos para capital e interior – Foram entregues equipamentos destinados à estruturação dos espaços físicos das unidades dos Cras de 21 municípios. O material é oriundo de dois convênios, provenientes de emendas parlamentares e celebrados com o Ministério da Cidadania, que somam R$ 205.938,35.

Foto: Diego Peres e Bruno Zanardo/Secom

Entre os equipamentos, bens de informática, móveis, eletrônicos e aparelhos de ar condicionado. A ação faz parte da estruturação da Rede de Proteção Básica do Estado do Amazonas. Os municípios beneficiados são: Amaturá, Pauini, Santo Antônio do Içá, Lábrea, Guajará, Novo Airão, Borba, Juruá, Benjamim Constant, Manaus, Itamarati, Anori, São Paulo de Olivença, Ipixuna, Jutaí, Barcelos, Beruri, Envira, Maraã, Santa Isabel do Rio Negro e Tapauá.

“Chegou em um momento oportuno, estávamos precisando. Encontramos as secretarias faltando equipamentos, sem computadores, sem mesas. Isso aqui é algo de grande relevância para o nosso município, porque é um momento oportuno mesmo, nós estávamos precisando e a dificuldade financeira para reequipar todas as secretarias, o nosso Cras, está sendo muito difícil. Mas com essa ajuda do Governo do Estado, foi oportuno demais”, pontuou Frederico Júnior, prefeito de Novo Airão.

Operação Acolhida – O governador Wilson Lima antecipou, ainda, que o ministro da Casa Civil da Presidência, ONyx Lorenzoni, deve voltar ao Amazonas, em breve, para tratar da Operação Acolhida, voltada aos venezuelanos. “É um trabalho que já vinha sendo feito com o Governo do Estado e, agora, a gente começa a ter uma ampliação desse serviço. A ideia do Governo Federal é que o Amazonas possa ser um hub, em que haja interiorização desses venezuelanos e daqui eles possam se destinar para outros estados”, adiantou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui