Batalhão Ambiental e CIPCães apreendem sete toneladas de pescado ilegal

Foto: Tarcísio Heden/SSP-AM

Na madrugada desta sexta-feira (13/08), policiais militares do Batalhão de Policiamento Ambiental (BPAmb), em conjunto com a Companhia Independente de Policiamento com Cães (CIPCães), apreendeu, em ocorrências distintas, aproximadamente, sete toneladas de pescado ilegal. O material estava sendo transportado em duas embarcações, ancoradas na orla de Manaus. O pescado apreendido, segundo a polícia, representa um prejuízo ao crime avaliado em R$ 660 mil.

Foto: Tarcísio Heden/SSP-AM

Durante a fiscalização ambiental realizada na Operação Hórus, do Ministério da Justiça e Segurança Pública, os policiais abordaram duas embarcações e localizaram o material sendo transportado de forma ilegal. O pescado apreendido é da espécie Arapaima gigas (pirarucu) que se encontra no período do defeso, estando proibida sua pesca e comercialização. Em uma das embarcações, uma arma de fogo e três cartuchos foram apreendidos.

Foto: Tarcísio Heden/SSP-AM

Os responsáveis pelas embarcações foram questionados sobre a procedência e guia de comercialização do pescado, mas nenhum deles informou ou apresentou qualquer documentação. Os proprietários receberam voz de prisão. O suspeito flagrado com a arma de fogo foi conduzido ao 19º Distrito Integrado de Polícia (DIP). O proprietário da embarcação com o pescado foi levado para a Delegacia Especializada em Crimes Contra o Meio Ambiente e Urbanismo (Dema). Todo o pescado apreendido será doado para instituições filantrópicas.

Foto: Tarcísio Heden/SSP-AM

O Batalhão Ambiental orienta que pescar, transportar e comercializar peixes do ambiente natural que se encontram em período de defeso configura crime ambiental, sujeitando seus autores às penalidades previstas na Lei de crimes ambientais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui